Stock Car – Comentários de sexta-feira – Santa Cruz do Sul 2014

sexta-feira, 11 de abril de 2014 às 19:42

Átila Abreu

Átila Abreu, 6° colocado: A chuva que não caiu nos dois últimos anos na Stock Car veio nas duas primeiras etapas de 2014. Foi um dia difícil. Tinha bastante água escorrendo em alguns trechos, uns rios. E como as áreas de escape são mais próximas o risco de batida é grande no caso de uma escapada. Acho melhor que a prova seja no seco, pois será um evento melhor para todo mundo. Com esta condição de hoje a corrida teria muitas bandeiras amarelas, e o público de Santa Cruz, empolgado do jeito que é com a Stock Car, merece ver pegas mais intensos na pista, ainda mais com esta novidade da rodada dupla.

Tuka Rocha, 7° colocado: Só andei aqui uma vez no meu primeiro ano de Stock Car. Faz muito tempo, evolui bastante desde então. Por isso agora espero que o tempo melhore para poder desenvolver todo meu potencial e também o potencial do meu carro.

Valdeno Brito, 8° colocado: Foi um bom começo para nossa equipe. Meus concorrentes eram os pilotos do meu grupo, e na mesma condição de pista fiquei na primeira colocação. Em todo caso, é difícil fazer uma avaliação precisa dos resultados, mas sabemos que temos um carro bem competitivo, assim como foi em Interlagos, onde subimos no pódio.

Denis Navarro, 11° colocado: Andar na chuva com o carro é sempre bom. Ele é bem manhoso e sempre temos provas nessas condições. por isso, ter oportunidade de andar e ir acertando o carro nesse clima é ótimo, mesmo achando que o classificatório deve ser em outra condição. Hoje nem vim preocupado com o tempo, mas sim em acertar mais o carro.

Allam Khodair, 12° colocado: A previsão do tempo aponta para pista seca no sábado e no domingo. Então muita coisa vai mudar ainda. Os treinos de hoje serviu apenas para alguns ajustes. Amanhã é pra valer.

Popó Bueno, 13° colocado: Se a previsão se confirmar, será ainda mais complicado, porque não teremos tempo de pista seca para trabalhar no ajuste com pista seca. Hoje foi um dia de bom contato com o carro na pista molhada, e é claro que nesta condição o mais importante é não sair da pista e prejudicar o trabalho de todo final de semana. Minha torcida é para que o tempo melhore e a torcida possa ter uma corrida em condição bem apropriada para o retorno da Stock em Santa Cruz do Sul, que está esperando esta prova desde 2011.

Rafa Matos, 14° colocado: Apesar disso, acho que estamos no caminho. O carro estava bem equilibrado na chuva e, como eu também estava aprendendo a pista e dei poucas voltas, acho que foi proveitoso neste sentido. A pista é bem de alta, bastante técnica e exige muita concentração. Gostei muito do circuito e estou bastante confiante.

Sergio Jimenez, 18° colocado: Meu carro não rendeu muito bem na chuva hoje. Vamos trabalhar em cima disso para amanhã. Confio muito nos mecânicos e engenheiros competentes que a Voxx Racing tem. Vamos voltar ainda melhores amanhã.

Júlio Campos, 23° colocado: Não conseguimos experimentar tudo o que havíamos previsto, mas pelo menos já sabemos que as regulagens de hoje não funcionaram. Ficamos muito para trás e temos de descobrir as causas.

Antonio Pizzonia, 24° colocado: Mas achei que os pneus ainda estão demorando para aquecer, mesmo com a nova cambagem que usamos. Está faltando grip e o carro ficou um pouco dianteiro.

Galid Osman, 26° colocado: A segunda corrida terá o grid invertido em relação às dez primeiras posições da primeira corrida. Então quem chegou em décimo vai para a pole position. Vai mudar muito para o público que está assistindo na TV e nas arquibancadas, haverá novos vencedores e corridas muito dinâmicas. Até a temporada passada, por exemplo, muitas vezes quem estava em 11º lugar nas últimas voltas de uma corrida tratava de segurar a posição, não ia brigar com o adversário da frente por um ponto e arriscar perder dez. Esse ano quem chega em 11º larga na segunda em 11º, quem chega em 10º é pole position. Isso vai criar uma disputa muito intensa no segundo pelotão, sobretudo no fim da primeira corrida. E na segunda, como são apenas 20 minutos, os pilotos que tinham os melhores carros e conquistaram as primeiras posições na corrida de abertura vão vir babando para ganhar posições. Não sei se é o sistema mais justo, mas certamente trará emoção para o evento.

Ricardo Zonta, 32° colocado: Não deu para aproveitar muita coisa, principalmente porque a previsão para corrida e classificação não é de chuva. Foi um dia apenas de pequenos ajustes. Espero que o tempo esteja melhor amanhã.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.