Stock Car – Comentários de sexta-feira – Londrina 2018

sexta-feira, 4 de maio de 2018 às 19:18

Felipe Fraga

Felipe Fraga, P2: Londrina é uma pista em que sempre costumamos andar bem – vencemos aqui em 2016. Esse ano nós estamos vivendo uma boa fase e isso continuou hoje. É claro que ainda temos muito para evoluir ao longo do final de semana, mas é bom terminar o primeiro dia. Estou bastante animado para amanhã. O carro já se mostrou competitivo logo de cara, assim como já estava nas outras etapas.

Lucas Foresti, P3: Começamos o fim de semana com o pé direito. O carro se comportou muito bem, principalmente na segunda sessão, disputada no mesmo horário que serão as corridas do domingo. E isso me deixa muito animado para a sequência do fim de semana. Que continue assim.

Julio Campos, P5: O carro está muito bom, como vimos no Velopark. Está faltando apenas acertarmos o trecho 3. Precisamos entender o que tem de traçado e de carro para melhorar. Resolvendo isso, temos todas as chances de brigar pela pole. Os pneus devem acabar rapidamente. Vamos ter de trabalhar pensando nesse aspecto.

Rafael Suzuki, P6: Não começamos tão bem, como foi em Curitiba e no Velopark. Mas a equipe ‘reagiu’ rápido, entendemos o que estava acontecendo. Apesar do pouco tempo de treino, fomos evoluindo. Obviamente, tem uma diferença entre as os pneus usados e os pneus novos e isso deu uma diferença em termos de tempo. Mas estou feliz. A Stock Car é muito competitiva e nem sempre você chega virando. Hoje não chegamos virando, mas saímos competitivos. Para amanhã ainda temos de melhorar um pouquinho. Foi muito produtivo, mas ainda precisamos entender algumas coisas para amanhã e extrair o melhor do carro. Estou confiante. O objetivo é passar para o Q2 numa classificação ‘normal’ e depois pensar em ir mais adiante.

Marcos Gomes, P7: Tivemos uma sexta-feira cheia de testes aqui em Londrina. Tentamos várias opções de acerto e nesse sábado nós teremos a real dimensão da onde poderemos chegar de desempenho. Vamos analisar os dados e tentar achar um bom setup para baixar uns três décimos.

Sérgio Jimenez, P9: Começamos muito bem desde o shakedown e já fomos terceiro. No primeiro treino ficamos em primeiro até o final e o Atila (Abreu) passou nos últimos segundos, bem no finalzinho por meio décimo e no treino 2 ficamos em terceiro no grupo, mas não encaixei uma volta boa. Cometi um erro na volta. Poderia ter sido um pouco melhor e isso nos jogaria para terminar o dia entre os cinco primeiros, mas ficamos em nono. A pista melhorou para o segundo grupo, o sol baixou um pouco e a pista emborrachou tanto que entre os 10 primeiros só tem três pilotos do Grupo 1 e você nota que a pista melhorou mesmo. Agora é muito detalhe e muito ajuste fino. O Q2 já é uma realidade e nosso target amanhã é alcançar o Q3.

Ricardo Zonta, P10: A pista exige bastante dos pneus, está com vários pontos só com pedra, então quando se coloca pneu melhor evolui bastante. Temos de ainda buscar um diferencial no pneu, e temos de melhorar o carro para tirar a maior aderência do pneu novo. As análises que faremos ajudarão nesse sentido, o Átila terminando em primeiro mostra que estamos no caminho.

Denis Navarro, P15: A pista aqui é bem diferente das outras que andamos nesse início de temporada. O carro é bem competitivo, mas estamos sofrendo um pouco com os freios. Acredito que se seguirmos evoluindo dentro deste setup nós iremos conseguir ser competitivos nas duas provas. A alteração na curva 1 foi bastante positiva, assim o pessoal não está trazendo sujeira para a pista. Foi uma boa opção tomada pela organização.

Cacá Bueno, P17: Nosso carro esteve bem com os pneus usados, mas quando colocamos um jogo mais novo não rendemos tanto quanto gostaríamos. Ficamos mais de meio segundo do líder, então teremos um longo trabalho de acerto para conseguir um bom carro para o classificatório. Nós vamos analisar os dados dos outros pilotos da Cimed Racing para virmos mais fortes amanhã e brigarmos para entrar no Q3. O asfalto aqui é sempre complicado pela baixa aderência e muito desgaste, mas vamos ver como isso vai ser na corrida.

Guga Lima, P27: Apesar do resultado na tabela não comprovar o desenvolvimento que tivemos hoje, acredito que amanhã estaremos competitivos em busca do melhor resultado na classificação.

Antonio Pizzonia, P28: O balanço não está legal. Pode haver algo quebrado no carro. Nem usei os pneus zero porque nem fazia sentido desperdiçar um jogo novo naquelas condições. Vamos precisar trabalhar duro para reverter essa situação. Por algum motivo, meu carro só está rendendo bem na reta.

Guilherme Salas, P30: Estamos com um problema de aproximação, de freada. Não passamos pneus novos e, nesta pista, isso faz diferença. Agora estamos trabalhando para ver o que aconteceu e poder virar o jogo amanhã.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.