F1 – Renault minimiza punições pelo uso do quinto motor

sexta-feira, 12 de junho de 2015 às 15:54

Renault

A Renault minimizou o impacto das penalidades de grid de dez posições que agora podem ser aplicadas aos seus clientes de motores.

As penalidades são devidas às regras de durabilidade de motores na categoria, este ano limitando para cada piloto a apenas quatro unidades de potência para todo o calendário de 19 corridas.

Com terríveis problemas de confiabilidade, os carros com motores Renault gastaram suas alocações no primeiro terço de 2015, e Max Verstappen da Toro Rosso foi o primeiro a receber penalidades pela instalação de um quinto motor no Canadá.

Agora, Christian Horner da Red Bull, admitiu que, pela mesma razão, Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat esperam largar na corrida em casa na Áustria no próximo fim de semana, na parte de trás do grid.

No entanto, Cyril Abiteboul da Renault está olhando para o futuro com confiança. Ele disse que finalmente resolveu os problemas de confiabilidade, então agora estará “de volta ao plano de desempenho que temos para o restante da temporada”.

E, sobre as penalidades, Abiteboul disse que largar do final do grid não é o fim do mundo.

“Nós não vemos isso como uma grande punição”, disse o francês. “Sei que há muita frustração, mas dez posições em pistas que permitam ultrapassagens pode-se facilmente avançar durante a corrida”.

“Então, eu sinto muito por minhas equipes de clientes, mas não acho que seja uma grande influência para o campeonato”, disse Abiteboul.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.