Veja mais declarações de pilotos neste sábado em Ribeirão Preto

sábado, 16 de abril de 2011 às 23:26

Confira mais declarações dos pilotos após o sábado de treinos em Ribeirão Preto, palco da terceira etapa da Stock Car:

Júlio Campos, 11º colocado: O treino de classificação foi positivo para nossa equipe, porque temos um ritmo de corrida constante e, largando na sexta fila, dá para sonhar em somar bons pontos para o campeonato. O push-to-pass deve fazer efeito aqui em Ribeirão Preto, porque aumenta em cerca de 20 km/h a velocidade dos carros. E isso é mais do que suficiente para uma ultrapassagem.

Ricardo Zonta, 12º colocado: Se tivéssemos conseguido uma evolução no treino, o classificatório teria sido bem melhor. Dá para esperar bastante coisa para corrida. É uma corrida que vai ter várias mudanças. O consumo de combustível vai ter que ser muito bem calculado, acho que a estratégia de box fará uma grande diferença na pista, pois esta é uma pista que prevê, pelo que aconteceu nos treinos livres, muitas bandeiras amarelas e safety car. Qualquer encostada no muro levará à bandeira amarela.

David Muffato, 13º colocado: Minha intenção era estar um pouco mais para a frente e vinha para isso, com tempos que me colocariam em sexto, sétimo. Mas cometi um erro na última parcial e acabei pagando caro. Estou pelo menos cinco posições abaixo do que poderia. Mas vamos fazer uma corrida cuidadosa e pensar no campeonato para pontuar bem.

Rodrigo Sperafico, 15º colocado: O carro está melhor em relação às duas primeiras etapas. Hoje (sábado) não tivemos problemas com os freios e isso foi bastante positivo”, comentou Rodrigo. “A classificação aconteceu em um sistema diferente por ser realizada em um circuito de rua, mas a sessão foi muito disputada. Vamos buscar os primeiros pontos da temporada amanhã (domingo). Assim como nos treinos livres, a corrida deve apresentar algumas paralisações e a entrada do safety car. Espero contar com o fator surpresa para completar a prova mais à frente.

Popó Bueno, 16º colocado: Não conseguimos explorar todo o potencial do carro no treino classificatório de hoje. Na primeira volta, cometi um erro na Curva Dois. E a segunda tentativa também não foi boa. Foi uma pena, porque daria para ao menos ficar no top-10. Pelo menos sabemos que o rendimento do carro com pneus usados é bom, como vimos nos treinos livres. Com uma boa estratégia amanhã, podemos conseguir manter a nossa posição de top-10 do campeonato, que classifica para a Super Final de disputa do título.

Giuliano Losacco, 17º colocado: No último treino, quando coloquei os pneus novos, houve uma bandeira vermelha que encerrou a sessão e não consegui ir para a pista e ver a reação do carro. Fomos para o classificatório sem saber o que iria acontecer quando colocássemos os pneus novos. Vamos ter de tomar muito cuidado e se manter na pista.

Alan Hellmeister, 20º colocado: Nossa posição de largada não reflete nossa real condição para esta corrida, em especial pelas características deste treino. No início a pista estava bem mais quente, e terminou em uma condição mais favorável aos pilotos que puderam fazer a tomada no fim da tarde.

Alceu Feldmann, 22º colocado: Como não simulamos a classificação, não conseguimos extrair todo rendimento do carro com pneus novos. Na primeira tentativa, fiz uma volta conservadora e, na segunda, mesmo arriscando um pouco mais, ainda senti que tinha espaço para melhora. Em todo caso, quero passar ileso pelos usuais problemas nas primeiras voltas e assim conseguir recuperar posições ao longo da corrida.

Cláudio Ricci, 26º colocado: Será uma corrida bem delicada, onde o piloto vai ter que se cuidar bastante nas primeiras voltas e montar uma boa estratégia.

Eduardo Leite, 27º colocado: Acabei escapando e bati. Nem deu para passar os pneus novos nos treinos livres. Perdi a terceira sessão e o carro ficou pronto para a tomada em cima da hora. Agora temos de tentar uma estratégia diferente para a corrida, talvez antecipar a parada nos boxes, mas ver uma forma de conseguirmos um resultado diferente na prova.

Tuka Rocha, 28º colocado: Desde o início da temporada digo que, nestas primeiras provas, meu foco é acumular o máximo de aprendizado na Stock Car. Nesta pista, isso se mostra ainda mais evidente, já que a busca pelo limite em um circuito de rua é bem mais complexa. Hoje faltou mais tempo de pista para melhorar a adaptação. A Stock é muito competitiva e, com os problemas de freio e câmbio que tive nos treinos livres, fui para a classificação às escuras, sem saber como seria o comportamento do carro com pneus novos. Em todo caso, sei que nas últimas duas corridas eu e a equipe conseguimos um acerto que dava bastante competitividade com ritmo de prova. É claro que é difícil pensar em várias ultrapassagens por ser um circuito de rua, mas vamos pensar em uma estratégia diferente, já que aqui não deve haver troca de pneus. Talvez a diferença maior se dê pela janela de reabastecimento.

Valdeno Brito, 31º colocado: Foi um dia difícil, com problemas, então fui para a tomada de tempo praticamente no escuro, sem informações ou referências. Pista de rua sempre exige que você arrisque um pouco mais, mas no nosso caso faltou um pouco de sorte, o carro escorregou no meio da volta rápida e acertei o muro. Ultrapassar aqui não é fácil, então agora vamos trabalhar no acerto do carro e planejar uma boa estratégia para crescer durante a corrida e tentar marcar mais alguns pontos no campeonato.

Rodrigo Navarro, 32º colocado: Circuito de rua é sempre bastante complicado. Nós procuramos andar com muito cuidado nos primeiros treinos, mas no terceiro nós precisávamos ver como o pneu zero se comportaria para o classificatório e tentamos andar o mais próximo do limite possível. Acabei dando um toque no muro, quebrando a suspensão dianteira. Como era o último treino e faltava uma hora para a classificação. Apesar de sabermos desse risco, pois hoje foi um dia com muitas atividades na pista, buscamos essa condição ideal, o que infelizmente nos tirou do classificatório, pois não tivemos tempo hábil para deixar o carro pronto. Vamos tentar com muita concentração levar o carro até o final, eu tenho certeza que se não batermos já teremos chance de entrar na zona de pontuação.

EB – www.autoracing.com.br

Tags
,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.