Stock Car – Quatro pilotos lutam pelo título em Curitiba

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010 às 13:11

Etapa final da Copa Caixa Stock Car chega com quatro postulantes, todos em condições de vencer.

Uma decisão emocionante, com quatro pilotos com chances de ficar com o título. Assim será a 12ª e última etapa da Copa Caixa Stock Car, a principal categoria do automobilismo nacional, que acontece neste final de semana, no Autódromo Internacional de Curitiba. Max Wilson, da Eurofarma RC, Cacá Bueno, da Red Bull Racing, Allam Khodair, da Blau Full Time, e Ricardo Mauricio, da Eurofarma RC, lutam para conquistar a temporada 2010 já a partir desta sexta-feira, com o início dos treinos livres no circuito paranaense.

Os quatro falaram com a imprensa nesta quinta-feira sobre a expectativa para a competição A programação prevê dois treinos livres para a Copa Caixa Stock Car, além das outras duas competições: Copa Chevrolet Montana e Mini Challenge.

Com relação à decisão com quatro pilotos, todos foram unânimes em elogiar os adversários. “A decisão com quatro pilotos na disputa é um grande acontecimento, ainda mais pela qualidade dos pilotos e equipes. O circuito misto é bem legal e estamos confiantes. Tivemos um ano muito bom, e a Eurofarma é a única com os dois pilotos brigando pelo título, comprovando o ótimo trabalho da nossa equipe”, explicou o líder Max Wilson.

“Estou bem feliz por estar nessa mesa, disputando o título com esses excelentes pilotos. Há uma briga ‘particular’ com o Ricardinho, que já vem de uns anos. O Khodair é sempre consistente e rápido e o Max mostrou desde a temporada passada que iria dar trabalho. Qualquer um dos quatro que ficar com o título representará bem o que foi a Stock Car neste ano”, completou Cacá Bueno.

O esquema de jogo de equipe, especialmente para Cacá e Allam, também esteve na pauta. “Acho que depois de alguns escândalos na F1 sobre o assunto, é pouco coerente que alguém queira fazer algo fora da ética. Acho que o que deve ocorrer é ajuda, mas dentro da ética e do bom senso”, declarou Khodair, último vencedor em Curitiba, no primeiro semestre.

Ricardo Maurício, quarto colocado, diz que o trabalho em equipe existe o ano todo. “Desde o começo da temporada, temos trabalhado para que a equipe tenha um bom resultado no fim de semana. Mas como os dois estamos disputando o título não vai ter isso, sem contar que o clima vai ser acirrado mesmo na nossa equipe. Cada um vai trabalhar pelo seu resultado”, disse.

É grande a possibilidade de chuva em todo o final de semana. Mesmo torcendo por tempo seco, eles disseram estar preparados para tudo. “A chuva traz mais riscos, mas é igual para todos. Os quatro que estão na briga têm bom desempenho na chuva e já demonstraram isso. Mas com chuva ou sem, vou dar o máximo, andar no limite e buscar não cometer erros”, explicou Khodair.

“No seco diminui os riscos e é melhor para o espetáculo, pois aumenta a chances de casa cheia. Uma prova com pista molhada é sempre mais tumultuada. Em contrapartida, para mim até seria melhor a chuva porque estou sem pneus, e ficaria mais em condições de igualdade com os outros, mas prefiro pista seca”, acrescentou Cacá.

Carreata

A tradicional carreata da Stock Car fez seu último passeio da temporada 2010 pelas principais ruas e avenidas de Curitiba e mais uma vez mudou a rotina da cidade. Por onde passaram, os barulhentos carros da principal categoria do automobilismo nacional chamaram a atenção e viraram motivo para uma paradinha no dia, afinal todo mundo queria ver os carros passarem e para registrar esse momento.

Na última carreata do ano, Ricardo Maurício, da Eurofarma RC (Chevrolet), um dos candidatos ao título, Daniel Serra, da Red Bull Racing (Peugeot), Vinícius Sá, gerente de eventos da Goodyear e José Mário Castilho, representante do Mini Challenge, estiveram presentes e aceleraram muito nas ruas da capital paranaense em um percurso com uma hora de duração.

Ricardinho ficou feliz em participar. “É sempre bom fazer ações como esta, apesar da carreata ter sido um pouco mais longa do que as anteriores. Mas pelo menos, com mais tempo, mais pessoas puderam ver a carreata”, declarou o piloto da Eurofarma.

Serrinha também gostou. “É a última carreata do ano, foi longa e demos um bom passeio pela cidade foi legal”, comentou o paulista.

José Mário Castilho, que é do Rio de Janeiro, mas há oito anos mora em Curitiba, fez sua estreia na ação e adorou a experiência. “Foi bem legal e eu curti bastante, nunca tinha feito, então tudo era novidade para mim. Vi os outros pilotos falando sobre a carreata ser longa, acho que era por causa do calor no carro, mas para mim estava tranquilo e me diverti bastante”, contou o representante do Mini Challenge.

LS – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.