Stock Car: quando a criatura domina o criador

domingo, 27 de fevereiro de 2022 às 17:20

Gabriel Casagrande

Prova mais importante da temporada automobilística brasileira no aspecto esportivo, a Corrida de Duplas disputada no último dia 13, em Interlagos, deixou clara a importância da Stock Series, categoria de acesso Stock Car Pro: ela continua sendo a principal desenvolvedora de novos talentos para a principal competição do esporte a motor sul-americano. Vencedora da prova, não por coincidência a dupla formada pelo paranaense Gabriel Casagrande e o gaúcho Gabriel Robe teve suas habilidades forjadas na Stock Series. Mais do que isso, 45,5% do atual grid da Stock Car Pro estagiou na categoria de acesso.

Nesse aspecto, a competitiva e estrelada Stock Car Pro, que conta com vários ex-pilotos de F-1 e astros internacionais, vive um momento no qual o criador foi dominado pela criatura. Lançada em 1993 como estágio para formação de novos talentos, a Series foi responsável pelo desenvolvimento dos pilotos que conquistaram 13 dos 18 últimos títulos da categoria principal.

Na badalada Corrida de Duplas, que rotineiramente conta com pilotos de renome internacional, nada menos que os cinco últimos campeões da categoria de acesso estiveram no grid, sendo dois como titulares e três na condição de convidados, o que representa um atestado do reconhecimento que a categoria de formação possui junto aos times do campeonato principal. Além do vencedor Gabriel Robe (campeão da Series em 2017 e convidado de Gabriel Casagrande), também alinharam no grid Felipe Baptista (campeão de 2021 e novo piloto titular da categoria), Guilherme Salas (campeão em 2014 e 2019 e também titular da Stock Pro), Rafael Reis (campeão de 2018 e parceiro de Salas) e Pietro Rimbano (campeão em 2020 e convidado de Lucas Foresti).

Reflexos da vitória – Por ter vencido uma prova tão espetacular, o nome de Gabriel Robe, 24 anos, tornou-se um dos assuntos mais quentes dos bastidores da Stock e também de outras categorias do automobilismo brasileiro. Mas essa projeção poderia ter vindo antes: “Em 2020, eu e o Casagrande chegamos a anunciar a dupla, mas infelizmente não houve a corrida por conta da pandemia… Quando soube da Corrida de Duplas 2022, liguei para ele e perguntei se aquela parceria firmada estava de pé. E ele prontamente disse que estava tudo certo. E assim foi”, lembra Gabriel Robe, natural de Pelotas.

Além de ter sido campeão da Stock Series em 2017, o gaúcho também colecionou ao longo da trajetória na Series dez vitórias e impressionantes 38 pódios – regularidade é uma das marcas dos grandes campeões. Robe agora aguarda uma oportunidade para disputar a temporada completa da Stock principal em 2023.

”Equipe me preparou bem” – O gaúcho destacou o que representou para a sua carreira a oportunidade de compartilhar o volante do Chevrolet Cruze #83 de Casagrande, atual campeão da Stock principal. “Trabalhar com ele foi sensacional. Somos amigos. Ele me deixou muito tranquilo, nunca me colocou pressão”, revela.

“Foi um fim de semana espetacular. A equipe AMattheis-Vogel me preparou bem, fez um grande trabalho comigo. E por isso logo na minha primeira frenagem, na Curva do Lago, parecia que já guiava aquele carro havia muito tempo. Fiquei super confortável. A equipe gostou muito do trabalho que apresentei logo no primeiro treino. E o Gabriel foi incrível ao fazer a pole e ganhar a primeira corrida”, destacou.

No total, além dos últimos cinco campeões, mais três pilotos da temporada 2021 da Stock Series (Arthur Leist, Gabriel Bortoleto e Zezinho Muggiati) alinharam no grid como convidados da Corrida de Duplas – e todos responderam à altura a expectativa dos chefes de equipe.

A Stock Series abrirá sua temporada nos dias 19 e 20 de março, em Goiânia, em um evento conjunto com a segunda etapa da Stock Car Pro.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.