Stock Car – Pilotos esperam prova em condições bem distintas de 2011 em Londrina

quarta-feira, 27 de junho de 2012 às 20:06

Stock12-TRochaA quinta etapa da Stock Car, que será disputada no circuito de Londrina neste domingo, deve encontrar circunstâncias bem diferentes da prova disputada no ano passado. Na opinião dos pilotos da BMC Racing, Tuka Rocha e Galid Osman, a temperatura mais amena desta época do ano e as condições do novo asfalto devem tornar a prova deste ano bem diferente da de 2011.

“No ano passado, corremos no começo de outubro, sob um forte calor. Agora, a previsão do tempo indica temperaturas mais amenas, então isso impactará bastante no trabalho de acerto do carro, sem usar tanto a referência do ano passado. Além disso, não devemos enfrentar o problema do asfalto, que estava se soltando por ser novo e também por conta do calor na etapa de 2011”, explica Tuka Rocha, que em 2011 foi o melhor estreante da Stock Car.

Este título em 2012, por enquanto, é de seu companheiro de equipe, Galid Osman, que vem se destacando nesta temporada com um importante retrospecto: marcou pontos em todas as quatro etapas disputadas até aqui, ocupando a 16a posição no campeonato, com 27 pontos.

“Londrina é uma pista que gosto bastante. Depois de Ribeirão Preto, que era uma pista bem diferente do que todas que tinha andado, por ser um circuito de rua, daqui para frente tende a ficar um pouco mais simples. Neste ritmo, acho que conseguiremos chegar ao top-10 até a metade do campeonato (após a sexta etapa, no Rio de Janeiro). A base para atingir este objetivo está na regularidade”, disse Galid Osman, que tem como melhor resultado uma oitava colocação na etapa do Velopark, a terceira da temporada.

Tuka também espera marcar pontos em Londrina, especialmente depois de ser destaque nas últimas duas corridas, em Velopark e em Ribeirão Preto, mas onde acabou não completando a prova.

“Andei bem nas duas últimas provas. No Velopark, estava em quarto quando meu carro quebrou. E, em Ribeirão, tive o acidente com o (Allam) Khodair quando também estava entre os primeiros. Espero uma boa corrida mesmo com a punição de 15 lugares no grid, o que me complicará bastante as coisas em Londrina. Embora não concorde com esta decisão, cabe a mim aceitá-la e fazer de tudo para amenizar o impacto dela em minha corrida”, comentou Tuka Rocha.

Segundo Galid, a pista travada de Londrina poderá fazer da classificação uma prévia da corrida. Mesmo ainda sem saber detalhes de como será o funcionamento do “Push-to-Pass” nesta etapa, o piloto da BMC Racing acredita que será muito difícil de ultrapassar no circuito paranaense.

“Temos que focar na classificação: largar em posições mais na frente é meio caminho andado e significa muita coisa. Mesmo sem haver a divulgação de quantos segundos será possível usar o push no treino, acredito que a maioria dos pilotos usará o botão de ultrapassagem na classificação”, finalizou Galid.

Os treinos serão disputados a partir desta sexta-feira. A corrida será no domingo, a partir das 9h30, com transmissão ao vivo da TV Globo.

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.