Stock Car – No final, Cacá Bueno vence na abertura da temporada 2013

domingo, 3 de março de 2013 às 11:49
Cacá Bueno

Cacá Bueno

O pentacampeão Cacá Bueno estreou com vitória na Stock Car. Na manhã deste domingo, no Autódromo de Interlagos, ele ganhou pela 29a. vez na principal categoria do automobilismo nacional e saiu na frente na briga pelo seu sexto título. A abertura da Stock Car foi sensacional, repleta de emoções, muitas ultrapassagens e voltas finais de tirar o fôlego do público. Cacá, Valdeno Brito, o segundo colocado, e Átila Abreu levaram a galera ao delírio com manobras em alta velocidade.

“É muito bom sair na frente e só poderei dizer alguma coisa sobre administrar resultados, como fiz no ano passado, depois de quinta ou sexta etapas. A corrida foi boa, com uma disputa intensa entre eu, Valdeno e Átila. Estava preocupado com a quantidade de acionamentos do Push To Pass que o Valdeno tinha, pois sabia que ele tinha bom ritmo de corrida“, disse Cacá Bueno, que reclamou da postura de Átila Abreu, que tentou dificultar a ultrapassagem e o teria tocado mesmo sabendo que estava com problemas de combustível.

Para Valdeno Brito, que na temporada passada chegou à última etapa brigando pelo título, largar com um segundo lugar é importante para quem pretende, no mínimo, repetir a dose de 2012.

“Depois do pit stop, meu engenheiro dizia o tempo todo pelo rádio que eu era o mais rápido da pista. Por isso eu guardei cinco acionamentos do botão de ultrapassagem para o final da corrida sabendo que poderia ganhar vantagem. Ultrapassei o Cacá, daí o Átila me fechou e perdeu velocidade na linha de dentro. Tive que arriscar e fui por fora, aí o Cacá se posicionou por dentro e o carro do Átila voltou a render. Foi uma disputa limpa, e é assim que eu lido com quem me respeita“, disse Valdeno.

Terceiro colocado, a exemplo de Cacá Bueno, Ricardo Maurício optou pela parada na primeira volta mesmo depois de ganhar posições logo na largada, quando pulou do quarto para o segundo lugar.

“Não abastecer e contar com a entrada de um Safety Car também seria uma estratégia, mas muito arriscada. Ficar sem combustível e correr o risco de no final não pontuar é uma punição muito alta para um fim de semana de trabalho e pode comprometer um campeonato como esse que não tem descarte”, completou o vice-campeão de 2012.

O pole-position Julio Campos parou na volta número 16 devido a um pneu furado. Rubinho Barrichello, que foi punido neste domingo pela manhã com a perda do melhor tempo (teria atrapalhado outro piloto na classificação) e na largada caiu do 13o para o 16o posto, ficou na 25a. posição.

Pirelli agrada logo na chegada

Na primeira corrida com os novos pneus PZero, projetados pela Pirelli especialmente para a Stock Car seguindo parâmetros estabelecidos pela organização da categoria, os compostos se mostraram muito estáveis e apresentaram performance constante.

“Todas as equipes são muito profissionais e, por isso, esta primeira corrida já trouxe uma disputa de alta qualidade. Desta forma, estamos indo muito confiantes para Curitiba”, disse Jonathan Wells, diretor esportivo da Pirelli para a Stock Car.

O resultado da prova:

1 – Cacá Bueno – Red Bull – Chevrolet – 25 voltas em 43min21s489
2 – Valdeno Brito – Shell – Peugeot – a 0s763
3 – Ricardo Maurício – Eurofarma – Chevrolet – a 7s906
4 – Daniel Serra – Red Bull – Chevrolet – a 11s861
5 – Tuka Rocha – BMC – Chevrolet – a 15s462
6 – Max Wilson – Eurofarma – Chevrolet – a 15s639
7 – Allam Khodair – Ser Glass – Chevrolet – a 22s250
8 – Luciano Burti – Itaipava – Peugeot – a 22s367
9 – Fábio Fogaça – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 23s868
10 – Rafa Matos – Bardhal – Chevrolet – a 26s834
11 – Galid Osman – Ipiranga – Chevrolet – a 28s370
12 – Átila Abreu – Mobil Super Pionner Racing – Chevrolet – a 28s591
13 – Marcos Gomes – Nova Schin – Chevrolet – a 30s464
14 – Ricardo Sperafico – Prati-Donaduzzi – Chevrolet – a 31s167
15 – Lico Kaesemodel – Credipar – Peugeot – a 31s184
16 – Diego Nunes – Petronas-Garoto – Peugeot – a 35s926
17 – Wellington Justino – Bardhal – Chevrolet – a 40s571
18 – Vitor Genz – Ser Glass – Peugeot – a 51s813
19 – Thiago Camilo – Ipiranga – Chevrolet – a 55s023
20 – Duda Pamplona – Officer – Chevrolet – a 55s783
21 – Popó Bueno – Shell – Peugeot – a 56s161
22 – Rodrigo Pimenta – Dimep – Peugeot – a 1min01s899
23 – Ricardo Zonta – BMC Racing – Chevrolet – a 1min21s911
24 – Nonô Figueiredo – Mobil – Pionner – Chevrolet – a 1min22s460
25 – Rubens Barrichello – Medley – Chevrolet – a 1min30s068
26 – Denis Navarro – Voxx Suplementos – Peugeot – a 1 volta
27 – Beto Cavaleiro – Hanier Racing – Peugeot – a 1 volta
28 – Sergio Jimenez – Voxx Suplementos – Peugeot – a 2 voltas
29 – Alceu Feldmann – Soy Brasil – Chevrolet – a 2 voltas

Não completaram:
30 – Julio Campos – Prati-Mico’s Racing – Peugeot
31 – Patrick Congalves – Bahia – Ser Glass – Peugeot
32 – David Muffato – Nova Schin – Chevrolet
33 – Felipe Lapenna – Hanier – Peugeot
34 – Rodrigo Sperafico – Prati-Donaduzzi – Chevrolet

Campeonato:

1 – Cacá Bueno – 24
2 – Valdeno Brito – 20
3 – Ricardo Maurício – 18
4 – Daniel Serra – 17
5 – Tuka Rocha – 16
6 – Max Wilson – 15
7 – Allam Khodair – 14
8 – Luciano Burti – 13
9 – Fábio Fogaça – 12
10 – Rafa Matos – 11
11 – Galid Osman – 10
12 – Átila Abreu – 9
13 – Marcos Gomes – 8
14 – Ricardo Sperafico – 7
15 – Lico Kaesemodel – 6
16 – Diego Nunes – 5
17 – Wellington Justino – 4
18 – Vitor Genz – 3
19 – Thiago Camilo – 2
20 – Duda Pamplona – 1

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.