Stock Car: Ipiranga anuncia convidados para a Corrida de Duplas

domingo, 6 de fevereiro de 2022 às 10:30

Thiago Camilo

A Ipiranga Racing terá um time 100% brasileiro na Corrida de Duplas que abre a temporada 2022 da Stock Car em Interlagos (SP), dia 13 de fevereiro. Thiago Camilo convidou Dennis Dirani para dividir o volante do Toyota número 21, e Felipe Drugovich será companheiro de Cesar Ramos no Toyota número 30.

Vindo de uma vitória em Interlagos na Grande Final da temporada 2021, em dezembro, Thiago Camilo tem razões para estar otimista. “O Dennis sempre foi um piloto de grande destaque no kart, acompanhei a trajetória dele pela proximidade de idade. No automobilismo, tanto na Stock Light quanto na Porsche, ele tem mostrado que merece essa oportunidade, agrega valor ao que a gente está procurando nessa corrida de duplas, é um piloto rápido, consistente e tem uma cabeça muito boa. Com certeza faremos um bom trabalho juntos”

“Para mim o convite para a Corrida de Duplas surgiu de forma inesperada, e fiquei bem feliz quando o Thiago me procurou”, diz o paulistano Dirani, de 34 anos. “A gente convivia nas pistas na época do kart, mas seguimos caminhos diferentes. Eu optei por me tornar um kartista profissional e o Thiago foi para a Stock Car. Nos últimos anos nos reaproximamos porque eu sou piloto consultor da Porsche Cup e o Thiago disputa algumas provas de Endurance, então ele conversou muito comigo, me pediu muitas informações nas corridas, e agora sou eu que vou tirar o máximo dele”, prevê Dirani, que desde 2015 corre em algumas categorias de turismo em paralelo ao kart. Ele disputou as temporadas 2015 e 2016 da categoria de acesso à Stock Car (que então se chamava Brasileiro de Turismo), sendo vice-campeão em 2015 pela Voxx Racing e 10º colocado em 2016 pela equipe W2. Também em 2016 Dennis Dirani participou da Corrida de Duplas da Stock Car como convidado de Diego Nunes na Bassani, chegando em 9º.

César Ramos, 32 anos, conhece e acompanha a carreira de Felipe Drugovich, 21, desde que o paranaense de Maringá corria de kart na Europa, enquanto o gaúcho de Novo Hamburgo trilhava um caminho vitorioso nas categorias de base de monopostos e no Gran Turismo. “Creio que hoje o Felipe é o piloto brasileiro mais próximo de fazer uma carreira de sucesso na Fórmula 1, e digo isso porque sigo a carreira dele há muito tempo. Mas a ideia de convidá-lo para ser meu parceiro na Corrida Duplas da Stock Car surgiu na Oakberry All Star race (Corrida das Estrelas) que a Porsche fez na preliminar do GP São Paulo de Fórmula-1, em dezembro. Fiquei muito impressionado com a rápida adaptação dele ao carro de turismo. Pelas regras da Corrida de Duplas da Stock Car, pelo fato de nunca ter andado no carro, o Felipe não leva lastro e ainda tem alguns treinos extras, então tenho certeza de que ele será muito competitivo”.

Drugovich, que está entre a casa dos pais em Maringá (PR) e a Europa – a temporada 2002 da Fórmula 2, que ele vai disputar pela equipe holandesa MP, começa em março -, está usando a mesma tática que adotou quando correu em Interlagos de Porsche, mês passado: treinar no simulador. “Meu primeiro contato com carros de turismo foi em dezembro passado, e também com a pista de Interlagos (ele saiu do Brasil ainda adolescente para fazer carreira na Europa). Gostei demais, e tenho certeza de que essa prova da Stock Car vai ser eletrizante. Estou treinando no simulador e acho que com o nível de pilotos e profissionais da Ipiranga Racing poderei aprender muito em pouco tempo. O importante será maximizar esse aprendizado para ser competitivo. Eu estava em Abu Dhabi quando recebi o convite do Cesinha e fiquei muito empolgado. Disputar uma corrida entre pilotos de altíssimo nível como os da Stock Car, que acompanho sempre, será experiência muito legal”.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.