Stock Car encerra primeira metade da temporada no histórico circuito de Jacarepaguá

quinta-feira, 12 de julho de 2012 às 19:39

Stock12-LBurtiNo total, são 3.336 metros de extensão, aproveitando parte do antigo e histórico traçado de Jacarepaguá, que em épocas diferentes já recebeu Fórmula 1, Indy e MotoGP. A pista não é mais a mesma, claro, mas ainda existe muito charme na chegada ao Rio de Janeiro. O velho autódromo traz boas histórias e segue na ativa para receber a sexta etapa da Stock Car, marcada para domingo, às 09h30, com transmissão ao vivo da Globo.

“Cheguei em segundo lugar e fiquei perto de vencer a corrida de US$ 1 milhão aqui, em 2008, que até hoje considero a mais importante que disputei na Stock Car”, conta Luciano Burti. “Também sempre tive bons resultados em Jacarepaguá”, lembra David Muffato, que chegou a vencer no Rio de Janeiro, passo importantíssimo para a conquista do título da temporada 2003. O histórico ajuda, mas não é a principal injeção de ânimo para os pilotos da Itaipava Racing Team.

O que agrada mesmo é o bom momento vivido pela equipe: na etapa passada, conquistou o primeiro pódio deste ano, com o segundo lugar de Luciano Burti. “Apesar do histórico pessoal, essa pista não está entre as melhores para as características do nosso carro, que se comporta melhor em circuitos mais travados. Aqui, temos curvas de raio longo, de média para alta velocidade, mas é exatamente por essas diferenças que andar bem em Jacarepaguá pode ser um sinal positivo”, destaca Luciano Burti.

Luciano ocupa a oitava posição no campeonato, que terá mais sete etapas pela frente em 2012. “Procuro não tomar a corrida passada como referência, porque a Stock Car é sempre cheia de surpresas, às vezes o rendimento do carro varia muito dentro do mesmo final de semana – aconteceu comigo em Londrina. Então, o que precisamos fazer é continuar trabalhando para encontrar os ajustes ideais também no Rio de Janeiro”, conclui Luciano.

David Muffato concorda. “A tática é andar forte desde sexta-feira – é o caminho para conquistar um resultado positivo, que para mim escapou por detalhes em Londrina. Tive um carro muito bom na corrida, mas faltou um pouco no treino classificatório, precisamos encaixar o fim de semana inteiro com desempenho regular”, afirma David, que marcou pontos em absolutamente todas as corridas desta temporada na Stock Car.

EB – www.autoracing.com.br

Tags
,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.