Stock Car – Em Curitiba, Hot Car busca manter desempenho para ficar no TOP-10

quarta-feira, 13 de março de 2013 às 12:15

Hot Car Competições

Depois de colocar seus dois carros na zona de pontuação na abertura do campeonato, realizada no último dia 3 em Interlagos, com o mineiro Rafa Matos entre os 10 melhores, e Wellington Justino em 17º, a Hot Car Competições segue otimista para a segunda etapa da Stock Car, que acontece neste fim de semana (dias 16 e 17) no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR). A programação começa no sábado, com a realização de um shakedown às 7h30. O dia também prevê duas sessões de treinos livres e a classificação, marcada para as 15h10, com transmissão do SporTV. A corrida do domingo também será transmitida ao vivo pelo canal, a partir das 11h.

A equipe espera manter o ritmo e o entrosamento para buscar mais um resultado positivo na temporada 2013 da principal categoria do automobilismo nacional. O experiente chefe da Hot Car, Amadeu Rodrigues, conta que o objetivo é andar no pelotão da frente e que o clima na equipe é de confiança e animação.

“Nossa expectativa é muito boa. Estamos super animados, principalmente, depois dos resultados na primeira etapa. Os carros se comportaram muito bem na corrida em São Paulo, que foi uma prova difícil, de estratégia e bastante competitiva. Em Curitiba, sempre contamos com um bom acerto para os carros e a meta vai ser andar entre os 10 primeiros”, considerou o comandante.

Para Rafa Matos, a etapa de Curitiba marcará seu reencontro com a pista e será mais uma fase de sua adaptação à categoria. A última disputa do mineiro no traçado curitibano foi há 12 anos. “Eu já corri em Curitiba, mas já faz alguns anos. A última vez foi em 2001, na extinta Fórmula Júnior. Acho que a pista não mudou tanto. É um circuito técnico, muito bom de pilotar e bem prazeroso, de alta velocidade. Acredito que eu ainda esteja sim em fase de adaptação. Em uma categoria como a Stock Car, não dá para dizer que em uma ou duas corridas já dá para se adaptar. Mas estou bem empolgado para mais uma etapa”, observou o piloto do carro #2.

O mineiro quer continuar evoluindo e pretende brigar pelos importantes pontos no campeonato. “Acredito e espero que possamos colocar em prática tudo que aprendemos e fizemos em São Paulo. O objetivo inicial é terminar a corrida, e vamos trabalhar para estar de novo entre os top-10. Se for top-5 seria perfeito. Será extremamente importante largar mais à frente, porque Curitiba não oferece tantos pontos de ultrapassagem como Interlagos e também para fugir dos incidentes. Por tudo isso, e claro pela categoria ser muito competitiva, é importante fazermos uma boa classificação”, analisou Matos.

Já para o companheiro Wellington Justino, correr na capital paranaense é uma lembrança do autódromo que tem perto de casa. “Gosto bastante da pista de Curitiba. É um circuito de alta, que lembra muito o desenho do traçado de Goiânia, mudando uma curva ou outra. É uma pista que não consome muito pneus, mas acho que vai ter bastante consumo de combustível, assim como a maioria das pistas, já que mudou o composto de pneus, e este novo dura mais, o que acaba exigindo mesmo a estratégia do reabastecimento”, disse o piloto goiano, já prevendo mais uma prova eletrizante e baseada na estratégia.

O goiano falou um pouco sobre sua adaptação e que o objetivo é garantir lugar na zona de pontuação. “Acho que já melhorei bastante minha adaptação ao carro, e espero ir mais para cima na classificação e na corrida. Mas é claro que ainda estou me adaptando. Em Curitiba, quero focar na tomada de tempos para buscar uma posição mais pra frente, ali entre os 15, para fugir das confusões e tentar um melhor resultado na prova. Estou bem animado e entusiasmado. Vamos trabalhar para terminar a corrida na zona de pontuação, de preferência, no top-15”, comentou o dono do carro #26.

Confira a programação completa da 2ª etapa:
Sábado, dia 16:

7h30 – 7h45: Shakedown
8h00 – 9h05: 1º Treino livre – (1º grupo)
9h15 – 10h20: 1º Treino livre – (2º grupo)
11h20 – 12h25: 2º Treino livre – (1º grupo)
12h35 – 13h40: 2º Treino livre – (2º grupo)
15h10 – 16h: Classificação

Domingo, dia17:
11h: Largada (40 min de prova + 1 volta)

Classificação do Campeonato:
1. Cacá Bueno (Red Bull Racing) 24 pontos
2. Valdeno Brito (Shell Racing) 20
3. Ricardo Maurício (Eurofarma RC) 18
4. Daniel Serra (Red Bull Racing) 17
5. Tuka Rocha (BMC Racing) 16
6. Max Wilson (Eurofarma RC) 15
7. Allam Khodair (Vogel Motorsport) 14
8. Luciano Burti (Boettger Competições) 13
9. Fábio Fogaça (Vogel Motorsport) 12
10. Rafa Matos (Hot Car Competições) 11
11. Galid Osman (Ipiranga-RCM) 10
12. Atila Abreu (Mobil Super Pionner Racing) 9
13. Marcos Gomes (Carlos Alves) 8
14. Ricardo Sperafico (Prati-Donaduzzi) 7
15. Lico Kaesemodel (Boettger Competições) 6
16. Diego Nunes (RC3 Bassani) 5
17. Wellington Justino (Hot Car Competições) 4
18. Vitor Genz (Gramacho Racing) 3
19. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) 2
20. Duda Pamplona (Officer Pro GP) 1

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.