Stock Car – Comentários de sexta-feira – Curitiba 2014

sexta-feira, 29 de agosto de 2014 às 19:55

Valdeno Brito

Valdeno Brito, 4º colocado: Tivemos um excelente começo aqui em Curitiba, talvez nossa melhor sexta-feira neste ano. Melhoramos o acerto a cada saída para a pista e tenho muita confiança de que estaremos competitivos amanhã. A previsão do tempo indica uma condição parecida com a de hoje, o que nos deixa também otimistas em lugar pela primeiras filas no treino classificatório de amanhã.

Allam Khodair, 6º colocado: Estamos evoluindo em cada corrida, esta é primeira vez que realmente meu câmbio funcionou 100%. A gente esta achando o balanço total do carro, porque acabamos tendo muitos problemas nas outras etapas e nessa não temos nada grave, ou seja, de volante, de câmbio. Começamos o final de semana muito rápidos, fizemos uns testes agora com os pneus novos, ficamos muito perto do primeiro tempo, e fizemos o primeiro tempo nos outros testes. Faltam uns pequenos ajustes, mas o carro esta se comportando bem. Faltou um mínimo nesse primeiro treino livre porque acabei pegando um adversário de frente na volta boa do pneu, mas estamos no “jogo”.

Átila Abreu, 7º colocado: Fiquei muito contente com o dia. Nos dois primeiros treinos não tivemos carro equilibrado e sofremos. Cheguei a ficar preocupado porque não estávamos nem entre os dez primeiros em termos de performance. Não estava confortável com o carro na hora de pilotar. Então mexemos bastante no carro para o último treino do dia e deu resultado. Não tínhamos condição muito boa de pneu, para ficar andando tanto assim. Mas acho que o tempo que fizemos e o equilíbrio foi bem legal. Voltamos a entrar na briga. Pensando no campeonato, dá um alívio porque o acerto a que chegamos hoje nos deixa competitivos. Agora vamos ter atenção e continuar trabalhando, porque em Curitiba muda a temperatura de uma hora para outra e variação de temperatura significa mudança no acerto na Stock Car. Então temos que ficar atentos a isso.

Sergio Jimenez, 8º colocado: Hoje tivemos treinos extras onde aproveitamos para fazer alguns ajustes, inclusive no câmbio, que tivemos problemas. Com tudo resolvido, fomos para a sessão livre com um acerto mais radical de setup, que funcionou. Com o pneu de início do treino éramos um dos mais rápidos, mas com um pneu melhor não conseguimos melhorar tanto. Temos ideia de um caminho para seguir amanhã e vamos em busca de um tempo ainda mais rápido neste sábado.

Diego Nunes, 9º colocado: A gente deixou a desejar um pouco com os pneus novos, mas o carro com isso, apontou o problema que ele tem, e não é uma coisa impossível de se resolver. Com certeza vamos trabalhar amanhã e vamos conseguir consertar, não é nada grave, mas custou esses dois décimos que a gente tomou. Estamos no caminho certo.

Júlio Campos, 13º colocado: As rodas estão bloqueando em algumas curvas. Precisamos ver o que está acontecendo”, recomendou aos técnicos ao regressar aos boxes. Pizzonia elogiou a melhoria na aderência com o jogo de pneus seminovos que utilizou no final de seu turno – o primeiro dos dois grupos. “O problema, até então, é que eu estava com pneus catados, cada um com um número diferente de voltas. Isso complica bastante o entendimento do comportamento do carro. O Thiago Camilo está muito bem aqui desde o começo dos treinos. Mas eu poderia ter virado muito próximo dos tempos mais rápidos se tivéssemos um acerto melhor para o setor do miolo, onde está nosso principal problema. Melhorando esse trecho, entraremos na briga.

Lucas Foresti, 14º colocado: Estou satisfeito com o trabalho que estamos realizando. O carro está bom, bem acertado, e principalmente não tem mais o problema nas trocas de marcha. Consegui andar rápido e, acima de tudo, ainda não passei nenhum jogo de pneus novos. Acredito que temos um conjunto ideal para a corrida e, amanhã, no treino da manhã, vamos preparar um carro perfeito para a classificação. Estou confiante em buscar um lugar no Top5 do grid.

Popó Bueno, 18º colocado: É sempre complicado analisar o resultado de sexta-feira porque os pilotos podem utilizar condições diferentes de acerto e de pneu. Além disso, os treinos com pilotos divididos em grupo sofrerem com interferência do clima: um acaba pegando a pista em melhores condições. Em todo caso, tive problemas no treino extra que acabaram sendo corrigidos e nos deixam em boa posição de buscar novamente um lugar entre os dez do grid amanhã, como fizemos na etapa passada.

Rafa Matos, 21º colocado: Foi um dia proveitoso, mas um pouco difícil por causa da nossa situação de pneus, já que decidimos poupar um jogo. E, nos vimos em uma situação complicada no final do treino. Mas o carro estava relativamente equilibrado, e acho que se a gente passasse pneus melhores, ou novos, como a maioria dos pilotos fez, a gente iria ficar mais para frente, com certeza. Amanhã é o dia de usar um jogo de pneus mais novo e vamos analisar como o carro vai se comportar no treino livre, para ter uma referência melhor para o classificatório.

Gabriel Casagrande, 22º colocado: A gente vem trabalhando com os dois carros em conjunto, como foi em Cascavel, lá eu utilizava mais os dados do Diego por ele estar no primeiro grupo, e aqui esta acontecendo o contrário. Em Cascavel tínhamos os dois carros muito bons para corrida, o Diego estava bem rápido, e aqui acho que vai ser igual, ele já mostrou isso nesse treino. Tentamos alguns acertos diferentes no meu carro que não deram resultado, mas o treino é para testar, então agora vamos voltar para o acerto que estava bom para amanhã continuar melhorando.

Denis Navarro, 23º colocado: Quando a pista não estava emborrachada no começo do treino, o problema da direção parecia resolvido, mas com a pista começando a ficar mais rápida, vimos que ainda persistia. Não conseguimos descobrir o que é, mas o time vai desmontar tudo mais uma vez para tentar sanar o problema.

Lico Kaesemodel, 27º colocado: O segundo treino extra foi muito positivo, tivemos um grande evolução. Com relação ao treino livre da tarde, sabíamos que estaríamos em desvantagem por conta dos pneus. O mais importante é que gostei do carro e amanhã temos mais uma hora de treino livre antes da classificação. Esse sim será um treino em que todos estarão em igualdade de condições de pneus, aí saberemos a nossa real condição.

Felipe Lapenna, 30º colocado: Hoje nós tivemos um dia com problemas de pneus. Nos treinos extras até começamos bem, mas no treino livre, no período da tarde, a sessão foi interrompida com bandeira vermelha, e ficou muito tempo parado. Quando retornamos, não consegui dar minha melhor volta, porque com pneus melhores, não novos, o pneu bloqueou logo no reinício da sessão. Vamos trabalhar para acertar alguns detalhes e tentar uma boa classificação amanhã.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.