Pilotos da Scuderia 111 fazem homenagem às vítimas do terremoto no Japão

sábado, 19 de março de 2011 às 14:17

stock11-jcampos-350Apesar da expectativa pela estréia na temporada 2011 da Stock Car, os pilotos da equipe BVA-Scuderia 111 na Stock Car não ficaram alheios ao terremoto, e posterior tsunami, que devastou parte do nordeste do Japão no último dia 11 de março. Alan Hellmeister e Júlio Campos decidiram, antes mesmo do início dos treinos livres para a etapa deste domingo, em Curitiba, prestar uma homenagem ao povo japonês. E correrão com a frase “Força Japão” escrita em Canji e também no alfabeto romano na parte superior do pára-brisa de seu carro.

“Mesmo daqui do Brasil estamos preocupados com a recuperação do Japão, que tem dado uma lição ao mundo de civilidade e, principalmente, de força. Pelas notícias que temos daqui, apesar de todo o sofrimento e privação que tem enfrentado, o povo japonês tem se respeitado e trabalhado unido para reconstruir a nação. Pelo menos até onde temos notícia, não houve saques ou atitudes individualistas, de pessoas pensando somente nelas mesmas e esquecendo de trabalhar em grupo, como um país, pela recuperação”, disse Alan Hellmeister.

Correndo em casa, o companheiro Júlio Campos também valorizou a iniciativa do povo japonês, e disse que a escolha da palavra “força” para a homenagem não foi um acaso. “Nesse momento, o que o povo japonês mais precisa é de força para se recuperar e reconstruir o país. O Japão já enfrentou guerras e muitos desastres naturais, e acredito que todas essas dificuldades forjaram um povo realmente determinado a mudar sua realidade e a fazer as coisas acontecerem. O Japão tem ensinado mais uma lição ao mundo, e a preocupação da nação com o coletivo também serve de inspiração para qualquer atleta”, declarou Júlio Campos.

O primeiro bom resultado – Depois de enfrentar dificuldades nas sessões livres de sexta-feira, os pilotos da BVA-Scuderia 111 obtiveram o primeiro bom resultado da equipe nesta temporada. No terceiro treino livre do fim de semana, Alan Hellmeister marcou o sexto melhor tempo, a apenas 0s427 da melhor volta de Marcos Gomes. “Na sexta-feira dei apenas sete voltas lançadas em razão da quebra da direção hidráulica do meu carro, e só hoje pudemos começar, efetivamente, o trabalho de desenvolvimento para o fim de semana. Vamos continuar trabalhando para manter essa posição no treino de classificação, para buscar os primeiros pontos na temporada”, encerrou Hellmeister.


EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.