Nigel Mansell: “A F1 precisa de um pouco de magia”

Nigel Mansell

O ex-campeão mundial Nigel Mansell disse que a F1 tem a necessidade de um “pouco de magia” para se animar.

Mansell, de 61 anos, disse que está na hora de “deixar que os pilotos correrem e disputarem como fizemos” no final de 1980 e início de 1990. Ele disse que os carros atuais se tornaram muito fáceis de controlar, e que “os pilotos podem dirigir com um par de dedos”.

O britânico quer que abandonem o DRS que ajuda as ultrapassagens e que os pneus precisam ter mais aderência.

“Então, se um piloto quiser entrar com o carro numa curva e frear muito tarde, dará potência e sairá numa derrapagem controlada, e ele poderá fazer a curva”, explicou. “É emocionante para os fãs para assistir a isso”.

Lewis Hamilton teve uma vitória sem graça no GP do Canadá, onde houve muita discussão centrada em pedidos do pitwall para os pilotos economizarem pneus e combustível.

Houve também comentários de alguns pilotos, Fernando Alonso entre eles, que não são mais desafiados física e mentalmente pela F1.

Certamente é uma visão compartilhada por Mansell, que também disse que a direção hidráulica nos carros atuais significa que as desvantagens de subir nas zebras ou sair do traçado ideal são muito pequenas.

“Todas as pistas que eu dirigi antes das mudanças, tínhamos muitas curvas perigosas”, disse ele. “Costumávamos entrar voando nas curvas, sabendo que se desse errado, teríamos um acidente enorme, então nós respeitávamos o carro e as curvas”.

“Se batêssemos na zebra muito forte, a pancada poderia torcer seus pulsos e você poderia machucar. Tínhamos que fazer um treinamento físico apenas para aguentar ficar no carro, agora os pilotos podem dirigir com um par de dedos”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.