F1 – Williams e Force India rebatem alegações da Ferrari sobre reunião

segunda-feira, 8 de junho de 2015 às 14:54

Williams e Force India

A Williams e Force India negaram ter entregado à Mercedes uma procuração para serem representadas durante a reunião da semana passada entre as grandes equipes de Fórmula 1 no Canadá.

O tópico principal da agenda para a Mercedes, Ferrari, McLaren e Red Bull foi o plano da introdução de carros de clientes a partir de 2017.

Embora a Williams e Force India fizessem parte do Grupo de Estratégia, não foram envolvidas na longa reunião.

Perguntado quanto à finalidade da reunião, Maurizio Arrivabene disse: “Nós estávamos apenas conversando, as quatro equipes. Se você analisar, elas são construtoras, exceto a Williams, mas a Williams deu uma procuração para a Mercedes”.

“Estávamos falando sobre o mandato do Grupo de Estratégia, mais ou menos de tudo, para encontrarmos uma maneira de acelerar os processos e encontrar soluções o mais rapidamente possível”.

Apontando para Arrivabene que a Force India também é uma construtora, mas não estava presente, ele respondeu: “Ela foi informada pela Mercedes, a mesma situação que a Williams”.

Claire Williams da Williams e Bob Fernley da Force India, no entanto, desmentiram as observações de Arrivabene.

Falando à Autosport, Williams disse: “Nós não fizemos parte da reunião, e a Mercedes não está autorizada a nos representar”.

Fernley concordou ao dizer: “Isso não está correto, nós não demos qualquer procuração para a Mercedes. O que nós fizemos na reunião do Grupo de Estratégia do último mês foi fundamentalmente dizer que não somos a favor de carros de clientes”.

“No entanto, se as quatro equipes de fábrica, além da Williams, querem ir em frente com esse processo e desenvolvê-lo, então gostaríamos que o apresentassem quando terminarem”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.