F1 – Sem solução rápida para problemas da Mercedes, admite Wolff

sexta-feira, 20 de abril de 2018 às 12:57

Toto Wolff

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, diz que não há conserto mágico para recuperar a equipe em 2018.

A Mercedes foi abalada por sua atuação nas três primeiras corridas da temporada. Seus carros não só não conseguiram uma única vitória, como estavam notavelmente fora do ritmo em comparação com a Ferrari.

De acordo com a publicação alemã Auto Motor und Sport, essa é uma imagem precisa do estado de suas respectivas unidades de potência.

“As medições do GPS mostram que, em termos de desempenho do motor, a Ferrari alcançou a Mercedes”, disse a revista. “A Mercedes aumentou a quilometragem de 5.000 para 8.000 quilômetros, mas a Ferrari encontrou ainda mais potência durante o inverno”.

O relato também disse que a superioridade do motor anterior da Mercedes tinha sido reduzida por precauções sobre a FIA reprimindo o consumo de óleo. Enquanto isso, diz-se que a Ferrari está avançando com uma estratégia de “risco total”.

Quaisquer que sejam as razões, Wolff não vê respostas fáceis para a situação atual da Mercedes.

“Na Fórmula 1, nunca há uma solução rápida”, disse Wolff.

“Você pode ver o quão rápido a imagem pode mudar nos testes e em Melbourne. As pessoas previram que iríamos fugir com o campeonato porque o carro era muito dominante”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.