F1 – Mercedes foi muito lenta para responder à ameaça de Vettel

quarta-feira, 11 de abril de 2018 às 12:23

Ferrari e Mercedes

O diretor técnico da Mercedes, James Allison, disse que a equipe não respondeu rápido o suficiente para a ameaça representada por Sebastian Vettel, que mudou para uma estratégia de uma parada no GP do Bahrain.

A Ferrari originalmente planejou trazer Vettel para as boxes duas vezes no que era teoricamente a estratégia mais rápida. A Mercedes decidiu colocar Valtteri Bottas em uma estratégia de uma parada, trocando para os pneus médios mais duros após a primeira parada de Vettel.

No entanto Allison admitiu que, em seguida, levou algum tempo para perceber que a Ferrari decidiu deixar Vettel correr até o fim em seus pneus macios.

“Nós provavelmente fomos um pouco lentos demais para reconhecer a ameaça de que Sebastian seria nesses pneus macios até a bandeirada”, disse ele.

“Se tivéssemos sido um pouco mais rápidos para reagir a isso, provavelmente teríamos mantido mais pressão sobre ele nas voltas 35 a 45 e poderíamos ter tido um resultado melhor. Esperávamos que ele parasse de novo, mas ele foi muito bem cuidando dos pneus até a bandeirada”.

Allison também indicou que seus pilotos poderiam ter corrido com os pneus macios até o final da corrida, se tivessem escolhido.

“O desgaste dos pneus do nosso carro este ano tem sido muito bom e, em geral, melhor do que o pelotão”.

“Se nós poderíamos ter feito os pneus macios durarem o número de voltas que Sebastian, só saberíamos tentando. Meu palpite é que faríamos porque nosso carro está cuidando muito bem de seus pneus nas corridas este ano”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.