F1 – Honda quer esclarecimentos sobre o quinto motor

terça-feira, 14 de julho de 2015 às 15:11

McLaren-Honda

A Honda busca esclarecimentos com a FIA sobre as novas regras relativas ao quinto motor para 2015, antes de decidir a sua estratégia de longo prazo sobre os tokens de desenvolvimento.

Na semana passada, o Conselho Esportivo Mundial da FIA ratificou uma mudança de regra que garante aos novos fabricantes na F1 uma unidade de potência extra para uso em sua primeira temporada.

Um novo artigo do Regulamento Esportivo da F1 de 2015, referindo-se o limite atual de quatro motores diz: “Com o consentimento (e a critério exclusivo) da FIA, o número (de quatro motores)… será aumentado em mais um para qualquer piloto usando uma unidade de potência fornecida por uma fabricante ou fornecedora, que esteja em sua primeira temporada do Campeonato”.

Embora a regra parecesse deixar o caminho aberto para a Honda, a situação é complicada pelo fato de que ambos os pilotos Jenson Button e Fernando Alonso já usaram seus quintos motores no GP da Áustria.

O texto da regra significa que não será automático que a Honda vai escapar de uma punição quando usar um sexto motor, e é por isso que necessita de confirmação da FIA sobre exatamente o que ela pode fazer no futuro.

Se for dito que a Honda pode ter um sexto motor quando quiser, sem penalidade, isto libera o uso de uma nova unidade de potência no GP da Hungria.

A fabricante japonesa poderia até mesmo optar por usar alguns dos tokens de desenvolvimento de motor, já que não haveria risco de uma penalidade de grid na pista estreita e sinuosa.

Mas até saber quantos motores pode usar, fica incapacitada de se comprometer com seus planos para o Hungaroring.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.