F1 – Grosjean finalmente deixou suas frustrações de frenagem em paz

sexta-feira, 1 de junho de 2018 às 12:36

Romain Grosjean

Demorou quase uma boa parte de um ano e meio, mas Romain Grosjean, da Haas, finalmente resolveu seus problemas recorrentes com freios.

O francês lamentava os problemas crônicos da Haas com seus freios desde 2016, ao ponto de sua confiança estar tão desgastada que ele até tinha dúvidas sobre sua própria segurança.

A Haas testou produtos de vários fornecedores – Brembo e Carbone Industrie – e finalmente conseguiu fornecer ao piloto um sistema consistente que atende às suas sensações e exigências, especialmente em Montreal, uma pista extraordinariamente dura nos freios de um carro.

“Eu estou amando os freios que estamos correndo. Eu não tive um problema com eles, e a sensação foi perfeita. Essa dificuldade está superada”, diz Grosjean.

“O Canadá é muito duro nos freios, mas nosso resfriamento deve ser melhor. Às vezes você pode deixar deslizar, especialmente quando o carro está cheio de combustível no início da corrida”.

“Você quer tentar salvar os freios um pouco e não superaquecê-los, então eles estarão bons até o final da corrida quando você está tentando forçá-los”.

Acabar com suas frustrações de frenagem permitiu a Grosjean empurrar com mais força nesta temporada com o VF-18 da equipe? Ele acha que sim.

“Acho que isso faz parte, definitivamente. A frenagem é fundamental, especialmente em corridas como Baku ou Mônaco. Estou muito feliz e isso permite que eu consiga o melhor do carro”.

A Haas vai lançar um pacote de melhorias significativo na próxima semana no Canadá, que exigirá validação no início da primeira sessão de treinos livres de sexta-feira.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.