F1 – Ericsson: Honda merece mais crédito

segunda-feira, 27 de agosto de 2018 às 12:23

Toro Rosso e Sauber

Marcus Ericsson acredita que a Honda merece mais crédito pelo progresso que fez na temporada de 2018, depois de lutar contra os dois pilotos da Toro Rosso no GP da Bélgica.

O piloto da Sauber encontrou-se duelando com a dupla da Toro Rosso durante a corrida de domingo em uma luta pelos últimos pontos da tabela. Ericsson finalmente conseguiu marcar seu quarto Top 10 da temporada em Spa.

A Honda deu um sólido passo à frente no desempenho e confiabilidade do motor desde o início de sua nova parceria com a Toro Rosso este ano, levando a Red Bull a cortar seus laços com a Renault em favor da fabricante japonesa a partir de 2019.

Ericsson disse que as melhorias foram destacadas enquanto ele lutava para passar os dois pilotos, apesar de ter um motor da Ferrari na traseira de seu C37.

“Eu estava no DRS de Gasly no começo do primeiro stint, mas não consegui ultrapassá-lo. Eu não conseguia nem chegar perto dele com o DRS, então acho que isso mostra bastante que a Honda deu grandes passos para frente ”, explicou Ericsson.

“Eu ainda acredito que a Mercedes e a Ferrari são as duas unidades de potência mais fortes, mas a Honda é muito mais forte do que creditam à ela, eu acho. Isso foi a confirmação de que quando eu estava disputando com eles”.

“Como eu disse, não consegui ultrapassar Gasly mesmo com o DRS e Hartley pode nos ultrapassar, então acho que isso é um fato”.

Ericsson trocou de posições com Brendon Hartley em quatro ocasiões no espaço de duas voltas em uma luta brilhante pelo 10º lugar, com o sueco eventualmente saindo melhor quando Hartley fez o pitstop.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP da Itália da Formula 1!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.