F1 – Equipes céticas em relação ao impacto das mudanças para 2019

segunda-feira, 19 de novembro de 2018 às 9:12

Fórmula 1

Figuras técnicas importantes da Fórmula 1 avisaram que as mudanças de regras visando facilitar as ultrapassagens na próxima temporada podem ter um impacto limitado.

Asas dianteira e traseira simplificadas serão introduzidas em 2019 com o objetivo de melhorar a ação na pista reduzindo a sensibilidade da asa dianteira no ar turbulento e minimizando a dificuldade de seguir outro carro de perto.

Rob Smedley, chefe de performance da Williams, acredita que a corrida de desenvolvimento entre as equipes para recuperar desempenho aerodinâmico durante o inverno anulará quaisquer ganhos a longo prazo.

“Nikolas Tombazis (diretor dos monopostos da FIA) resumiu muito bem, ele disse que você nunca terá um carro de F1 – que é essencialmente um monoposto aerodinâmico – seguindo como um carro de turismo”, declarou Smedley. “Simplesmente não vai acontecer, a física não permitirá que aconteça”.

“Portanto, você tem de aceitar que é difícil os carros seguirem uns aos outros de perto – principalmente com esta geração e a quantidade de downforce que eles geram. Será um pouco melhor, irá na direção correta, mas todos nós buscaremos soluções para retornar ao ponto onde estávamos em cerca de seis meses”.

Jock Clear, engenheiro da Ferrari, afirmou que as pessoas terão de ser pacientes para descobrir o efeito total das novas regras. Ele reiterou sua confiança de que a F1 está “atacando as áreas certas”.

“É claro que 10 equipes terão 10 soluções, algumas das quais nem sequer terão passado por nossa mente, e então talvez seja preciso mover ligeiramente as traves. Corridas acirradas não significam necessariamente que todos podem ultrapassar com facilidade, mas sim que os carros podem seguir e pressionar uns aos outros”.

Nick Chester, diretor técnico do chassi da Renault, disse que a FIA está tentando fazer “a coisa certa”, mas prevê que os ganhos no próximo ano serão mínimos. Ele avalia que a grande reformulação das regras em 2021 produzirá resultados melhores.

“Em um ano, você não poderia fazer todas as mudanças planejadas para 2021”, comentou Chester. “Acho que fará uma pequena diferença. Irá na direção certa, portanto seguir os carros de perto vai melhorar um pouco. Mas nós provavelmente teremos de aguardar até 2021 para ver o que o pacote completo pode proporcionar”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP de Abu Dhabi de Formula 1 em 25 de novembro!

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.