F1 – Ecclestone: Alonso desistiu

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 às 12:26

Fernando Alonso

Bernie Ecclestone expressou desapontamento com o desempenho de Fernando Alonso na Ferrari e sugeriu que o espanhol estava à procura de uma transferência no início do ano.

“Eu acho que ele desistiu um pouco, o que é prova de que ele estava procurando por outra equipe. Eu não sei se a equipe não é competitiva por causa dele ou porque as pessoas que lá estão não fazem um bom trabalho”, acrescentou Ecclestone.

McLaren não fez segredo no início da temporada que eles queriam assinar com Alonso, que teve uma temporada turbulenta com eles em 2007, se ele ficar disponível.

Ferrari, em terceiro lugar geral no campeonato de construtores, descreveram sua temporada como uma para esquecer ao mesmo tempo que elogiaram Alonso pelos seus resultados em um carro que não era o segundo melhor.

Ecclestone disse que sempre havia previsto que Vettel seria ‘o que é’, com o alemão vencendo as últimas nove corridas do ano e 13 no campeonato, igualando ao recorde de 2004 do heptacampeão Michael Schumacher.
“Você provavelmente tem que dizer que ele é o número um dos pilotos que conheci”, acrescentou o britânico, cujo envolvimento com o esporte remonta à década de 1950.

Ecclestone também destacou Kimi Raikkonen: “Este ano acho que eu tenho que chamar Kimi de piloto estrela, com o equipamento que ele teve”, disse sobre o finlandês que deixou a Lotus depois de reclamar que não recebeu seu salário.
“Ele é um bom cara para se ter numa equipe, bom para nós, bom para a equipe. Ele é super, ele é um piloto”.

A Pirelli, que causou muitas manchetes na temporada com pneus explodindo em Silverstone e queixas sobre a rapidez com que sua borracha desgastava, também recebeu um relatório brilhante de Ecclestone.
“A Pirelli fez um trabalho maravilhoso para nós”, disse ele. “Eu disse a eles que não queremos pneus que duram a corrida toda, nós queremos pneus que ninguém sabe o quanto eles vão durar. Nós teremos o mesmo com os novos motores no próximo ano”.
A F1 está mudando dos motores V8 para uma nova unidade turbo V6 com sistemas de recuperação de energia.
Ecclestone tem sido um crítico das novas unidades, temendo que o som diferente do escape vai espantar o público pagante, e ele briga por uma modificação.
“Eu ainda acho que o que temos agora é bom, eu não acho que há qualquer necessidade de mudá-lo”, disse ele.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.