F1 – Corrida solitária para Verstappen

terça-feira, 9 de junho de 2015 às 16:36

Max Verstappen

Após a excitação e o drama de seu GP de Mônaco, Max Verstappen optou por uma mentalidade de ‘primeiro a segurança’ no Canadá.

Com a Toro Rosso achando que seu carro não se adaptava ao traçado do Circuito Gilles Villeneuve, com as suas longas retas pedindo potência e curvas fechadas exigindo freadas pesadas, nem Verstappen – que começou na parte de trás depois de receber penalidades antes da corrida – ou Carlos Sainz eram uma ameaça para o Top 10, e o holandês admitiu que optou por desacelerar e guardar seu equipamento em vez de arriscar.

“Fui bem na largada e nas primeiras voltas, onde consegui chegar nos caras na minha frente, mesmo estando com pneus mais duros, então estou satisfeito com meu primeiro stint”, disse Verstappen. “Mas, depois de meu pitstop, onde perdi tempo devido à penalidade de dez segundos, a corrida se tornou um pouco solitária”.

“Eu me encontrei com (Marcus) Ericsson, mas não pude passar por ele nas retas, então decidi ficar atrás, não destruir meus pneus e economizar o motor”.

Franz Tost estava cheio de elogios para seu piloto novato, para quem ele vê coisas melhores na próxima vez.

“Nós sabíamos que aqui no Canadá teríamos dificuldades com nosso desempenho porque simplesmente perdíamos velocidade nas retas, mas devo dizer que ambos os pilotos fizeram um bom trabalho”, confirmou Tost. “Max fez uma corrida muito boa, porque, apesar de todas as suas penalidades, ele ainda foi capaz de ter ritmo e fazer tempos por volta muito competitivos”.

“Agora Montreal acabou, estamos ansiosos para a Áustria, onde esperamos mostrar um desempenho muito melhor graças ao traçado do circuito, que deve se adequar mais ao nosso carro”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.