F1 – Análise de evidências atrasa decisão sobre protesto da Haas

Force India e Haas

A “quantia substancial” de evidências apresentadas tanto pela Force India quanto pela Haas significa que os comissários não vão anunciar uma decisão até sábado.

Foi revelado na quinta-feira que a Haas apresentou um protesto contra os carros da equipe Racing Point Force India de Sergio Perez e Esteban Ocon.

Nenhuma comunicação oficial foi ainda emitida por qualquer equipe, mas entende-se que a Haas está descontente com a maneira pela qual a Force India reentrou na categoria no meio da temporada, devido à forma como o prêmio em dinheiro é distribuído no esporte.

“Eu não posso falar muito”, disse Gunther Steiner, chefe da Haas. “O que estamos procurando é igualdade para todas as equipes. Viemos em certas circunstâncias para a Fórmula 1, estávamos cientes do que temos que fazer, fizemos tudo e sentimos que isso não foi feito desta vez com a Force India. Então é isso que estamos buscando, pelo menos uma explicação de por que isso não foi feito”.

“Mas nós não recebemos uma resposta boa ou ruim, não recebemos nenhuma resposta. Então, em determinado momento, você precisa fazer o que precisa fazer. Não há uma resposta, simples sim ou não. Há muito por trás disso. Então, se eu disser uma coisa, pode-se perceber que eu disse algo errado”, concluiu ele.

Um boletim emitido na noite de sexta-feira confirmou que a audiência havia sido concluída. “Uma quantidade substancial de provas escritas foi submetida e cada parte fez uma ampla representação verbal”, dizia uma declaração.

Os comissários estão deliberando sobre o assunto. “Prevê-se que uma decisão não será proferida mais cedo que apenas antes do terceiro treino livre”, finalizou.

A Haas é a quinta no Campeonato de Construtores, enquanto a Force India ocupa a sétima posição.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP de Abu Dhabi de Formula 1 em 25 de novembro!

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.