F1 – Altos custos prejudicam o espetáculo, diz Todt

quarta-feira, 29 de março de 2017 às 12:20
Jean Todt

Jean Todt

No que diz respeito à hierarquia da Fórmula 1, Jean Todt diz que gostou do que viu até agora em 2017.

“É bom”, disse ele ao jornal italiano La Repubblica, “porque uma Ferrari competitiva é essencial para a F1”.

E o presidente da FIA também disse que a Mercedes está obviamente “ainda muito forte” este ano.

“Houve controvérsia sobre a escolha do segundo piloto (Valtteri Bottas), mas nunca tive dúvidas sobre ele”, disse Todt.

“O problema real é outro: a diferença entre o primeiro carro e o último no grid”.

Todt diz que a causa desse problema é a discrepância nos orçamentos entre as maiores e as menores equipes, sendo que o “perdedor” é o espetáculo.

Uma solução, disse ele, é reprimir o tipo de ferramentas mais sofisticadas de simulação que as equipes agora usam.

“Em meu tempo, era um milagre se fazíamos 5 ou 6 voltas no primeiro dia de testes, agora estão fazendo 70 a 80 voltas sem parar”, disse o ex-chefe da Ferrari.

Todt disse que o trabalho detalhado nos bastidores é “fascinante”, mas “na F1 precisamos de emoções, ação e entretenimento na pista, não no laboratório”.

E assim, quando se trata de redistribuir a vasta renda da F1 de forma mais justa, Todt disse que apoia a Liberty Media.

“Precisamos de uma redistribuição diferente da renda”, disse o francês. “Não é o nosso problema – os novos proprietários vão cuidar disso – mas eu acho que é claramente uma prioridade”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.