F1 – A Mercedes não explicou a parada de Hamilton após a corrida

segunda-feira, 1 de junho de 2015 às 14:06

Nico Rosberg e Lewis Hamilton

A Mercedes ainda não explicou por que Lewis Hamilton parou na pista logo após o GP de Mônaco.

Após a desastrosa estratégia que custou ao britânico uma vitória certa, o carro de Hamilton parou momentaneamente na curva Portier antes fazer um retorno lento para os boxes.

Alguns compararam o ‘momento’ da Portier com a famosa batida de Ayrton Senna na mesma curva – um pouco antes da entrada do túnel – em 1988.

“Acho que ele está indo logo para casa”, brincou Sebastian Vettel da Ferrari, um beneficiário da estratégia da Mercedes, depois de ver Hamilton estacionado.

Em 1988, o herói de Hamilton, Senna, foi para seu apartamento nas proximidades da Portier, depois de jogar fora uma vitória fácil em Mônaco.

Uma fonte da equipe Mercedes disse que não havia nenhuma razão técnica para parada de Hamilton.

E a Auto Motor und Sport relata que tudo o que Hamilton discutiu no rádio com seus engenheiros durante aquele momento, não foi tornado público.

Mas Peter Bonnington, engenheiro de corrida de Hamilton, disse no rádio após a bandeira quadriculada: “Eu realmente sinto muito sobre isso, Lewis”.

Nos dias após o GP de Mônaco, Hamilton foi fotografado relaxando em um iate e então voou para Nevada para participar de uma etapa do rali Gumball 3000 em um supercarro Koenigsegg Agera.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.