Ecclestone: A Ferrari não é necessariamente boa para Vettel

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013 às 14:37

Sebastian Vettel e Bernie Ecclestone

Sebastian Vettel foi eleito o esportista do ano por agências de notícias européias.

Numa eleição organizada pela agência de notícias polonesa PAP, em 21 pontos de votação na Europa, elegeram o piloto da Red Bull com mais pontos do que o tenista Rafael Nadal e o atleta Mo Farah.

Vários consideram que as vitórias de Vettel são mais em função do carro do que sua habilidade. Mas o rival Felipe Massa disse que o domínio de Vettel “é por causa de seu talento, sem dúvida”.

“Ele é um excelente piloto que merece tudo o que alcançou. Muitas pessoas dizem que ele ganha só porque tem o melhor carro. Ele (tem o melhor carro), mas o trabalho que tem feito é incrível e se ele continuar a ter um carro competitivo, ele vai ganhar mais”, acrescentou Massa.

O novo status de Vettel como melhor piloto da F1, sem dúvida, também tem o suporte do seu tradicional aliado e amigo Bernie Ecclestone.

A popularidade do piloto de 26 anos, no entanto, é outra questão, especialmente depois que ele foi repetidamente vaiado em pódios em 2013.

“Ele criou essa reputação para si quando passou à frente de Mark Webber na Malásia”, disse o chefe-executivo da F1. “Agora, alguns o vêem como uma pessoa que ele realmente não é. Mas eu acho que ele não fez nada de errado com Mark”.

Vettel está comprometido a médio prazo com a Red Bull, mas Ecclestone acredita que o alemão acabará por mudar para outro lugar.

“Ele é jovem e não vai ficar para sempre onde está. O problema é que todos os pilotos querem terminar suas carreiras na Ferrari, o que não é bom”, Ecclestone argumentou.

“Eu acho que ele deveria ir para uma equipe que possa ajudá -lo a ganhar mais títulos, e isso não será, necessariamente, a Ferrari”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.