Correndo em casa, Prati-Donaduzzi Racing conquista primeiro pódio na Stock Car

domingo, 16 de junho de 2013 às 14:40
Júlio Campos

Júlio Campos

Domingo de festa nos boxes da equipe Prati-Donaduzzi Racing na Stock Car. Correndo em Cascavel, cidade que fica a cerca de 45 quilômetros da sede da indústria de medicamentos que dá nome ao time, a equipe conquistou neste domingo seu primeiro pódio na principal categoria do automobilismo brasileiro. Júlio Campos, que já tinha conquistado a primeira pole-position da equipe na abertura do campeonato, terminou a corrida deste domingo na segunda posição em uma manhã marcada pelo frio e pela chuva no Oeste paranaense.

O resultado, que comprovou a competitividade do time nesta sua terceira temporada na Stock Car, começou a ser construído no sábado, quando Campos garantiu a quarta posição no grid de largada. Na corrida de hoje, o piloto de Curitiba se manteve o tempo todo entre os cinco primeiros e assumiu a segunda posição a menos de cinco voltas do fim – com uma ultrapassagem sobre Ricardo Sperafico.

Sperafico chegou a retomar o posto, mas uma batida de Daniel Serra em plena reta dos boxes quando faltava menos de um minuto para o fim da corrida levou a direção de prova a interromper e encerrar prova com bandeira vermelha. Nessa circunstância, de acordo com as normas da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), valem as posições da passagem anterior dos pilotos pela linha de chegada. E, por isso, Campos ficou com o segundo lugar.

“Fico muito feliz de voltar ao pódio em Cascavel e de fazer parte desse momento tão importante da Prati-Donaduzzi na Stock Car”, destacou Júlio, que repetiu seu resultado de 2012 no autódromo Zilmar Beux. “É sempre importante a andar na frente. Comecei muito bem o ano com uma pole, mas depois tivemos pequenos problemas nas outras etapas que deram aquela impressão de que alguma coisa faltava. Esse pódio é o primeiro estágio no nosso plano de vencer uma corrida. E vendo nosso desempenho ao longo desse ano, acho perfeitamente possível que ela venha ainda em 2013”, avaliou o piloto.

A corrida foi marcada pela chuva que, por sua vez, proporcionou condições para grandes disputas em praticamente todas as posições. Um espetáculo para o público, mas um enorme desafio para os pilotos.

“Gosto de correr na chuva, mas em categorias de turismo isso é muito complicado por causa da visibilidade. No caso de quem está em primeiro é um pouco melhor porque não tem ninguém jogando sujeira no seu carro. Para se ter ideia, saí dos boxes praticamente cego depois do pit stop, porque com a velocidade baixa os vídeos do carro ficam completamente embaçados”, contou Júlio Campos.

Os botões de ultrapassagem, que aumentam a potência do motor para facilitar a troca de posições, também foram determinantes para a disputa em Cascavel.

“A diferença nos tempos de volta quando um piloto usa o push-to-pass é muito grande e isso chega a confundir um pouco nossa cabeça dentro do carro, porque dá a impressão de se estar perdendo muito tempo. Mas procurei economizar o acionamento do sistema no começo da corrida e cheguei ali naquela parte decisiva com três chances de usá-lo. Certamente esta seria minha arma na disputa com o Ricardo (Sperafico) na volta final, e talvez teria terminado em segundo mesmo se não houvesse a bandeira vermelha”, comentou.

Companheiro de equipe de Júlio Campos, Rodrigo Sperafico teve um fim de semana difícil em Cascavel. Integrante do grupo que pegou as piores condições de pista no treino classificatório, Rodrigo largou apenas na 28ª posição e buscou uma prova de recuperação, mas terminou em 21º.

“Foi uma corrida muito difícil por causa das condições do tempo. E ainda mais complicada para quem largou de trás, por conta da chuva no treino classificatório. Embora tenha sido um fim de semana abaixo do esperado para mim, pessoalmente, estou muito feliz em ver a equipe crescendo e conquistando este primeiro pódio. Sem dúvida isso vai aumentar nossas expectativas para a segunda metade do campeonato”, comentou.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.