Comentários de domingo da Stock Car – Rio de Janeiro

domingo, 10 de abril de 2022 às 18:45

Gabriel Casagrande

Matías Rossi, P2/não terminou: A sensação de conquistar este pódio é muito boa aqui no Rio. É fruto de um grande trabalho da equipe, que vem acontecendo desde minha estreia em Goiânia e aqui também. O carro estava muito firme e performando muito bem. A primeira corrida foi fantástica para nós, largando da sexta posição e conseguimos chegar em segundo. A segunda corrida foi uma pena o que aconteceu. Não vi a imagem de fora do carro, apenas minha onboard e o que pareceu de dentro do carro é que o Cesar Ramos saiu para fora da pista e sem querer acabou me levando junto. Não pude fazer nada, uma pena, mas são situações de corrida. O importante é que estamos bem. Agora o foco é a próxima corrida e seguir com a nossa meta de vencer corridas.

Gabriel Casagrande, P4/P5: O carro estava muito bem preparado para as duas corridas, com um ritmo forte e alucinante até o final. Foram muitas disputas e queria dar os parabéns para todos os pilotos. Foram disputas muito limpas, pelo menos as que aconteceram comigo. A nossa estratégia de pushes funcionou bem e a equipe segue fazendo um bom trabalho desde o ano passado. Nós poderíamos ter parado uma volta antes no pit-stop da corrida 2, mas o carro continuou bem equilibrado e vamos seguir em busca de tentar o bicampeonato.

Felipe Massa, P6/P22: Foi um final de semana bacana, com uma ótima primeira corrida. Fiz uma boa largada e consegui um bom resultado. Fiquei feliz também com as ultrapassagens que fiz para sair de nono para sexto. Na segunda corrida, tínhamos chance de chegar entre os 10 e conquistar bons pontos para o campeonato, mas tentei uma manobra por fora e fui tocado. De qualquer forma, queria agradecer a todos que votaram no fan push, porque me ajudou bastante.

Nelson Piquet Jr, P11/P14: Foi um fim de semana complicado. A classificação nos atrapalhou muito, pois me fez largar do fundo do pelotão. Consegui salvar bons pontos. A estratégia foi boa, quase conseguimos o 10º lugar para a inversão de grid na corrida 2, mas faltou um pouco. O carro estava bom, na segunda prova, estávamos bem posicionados, mas uma batida na minha frente me fez ter que desviar e cai para a última posição. Mesmo assim terminamos na 14ª posição. Não foi o fim de semana ideal, mas conseguimos bons pontos nas duas corridas.

Átila Abreu, P16/P10: Diz um ditado popular que quem guarda tem. E o push que eu deixei para a última volta foi fundamental para ganhar duas posições e terminar dentro do top10. A corrida 1 foi estranha, o ritmo não estava lá, mesmo com pneu novo. Não consegui evoluir e optamos pela corrida 2. Depois do forte acidente, entramos rápido e abastecemos o carro pensando na segunda corrida. Consegui um P16 na primeira. Na segunda corrida a chuva na largada assustou todo mundo, mas consegui frear bem e contornar com qualidade a curva, mas um toque me jogou na grama e isso dificultou um pouco a vida. A vantagem que tínhamos pela parada mais longa na corrida 1 acabou com os safety-car que entraram na prova, perdi muito tempo em disputa por posição com o Navarro e isso poderia ter me colocado ainda mais para cima na classificação. Largar do fundo do pelotão é sempre mais vulnerável, sempre estamos sujeitos aos toques que danificam os carros. Temos que melhorar o quali, pois nosso ritmo de corrida é muito forte, salvamos bons pontos para o campeonato. Hora de pensar na próxima corrida no Velocitta.

Ricardo Zonta, P18/não terminou: Dia complicado hoje. Começamos muito bem o final de semana, inclusive liderando os treinos, mas tomei um toque nas voltas iniciais que arruinou minha corrida 1 e acabou comprometendo todo o trabalho do final de semana.

Rodrigo Baptista, P19/P17: Saio de hoje um pouco triste, mas ao mesmo tempo feliz porque vimos que o ritmo era bom, ainda mais depois de ir para último na primeira volta da corrida 1 e conseguimos fazer uma estratégia boa, que nos pontos. Para a corrida 2 estávamos com uma estratégia muito forte, mas com certeza os safety cars atrapalharam um pouco. Estávamos conseguindo nos manter no top-10 e infelizmente um toque acabou nos tirando da disputa. No final, estou contente pela equipe, pelo menos vimos que o ritmo era bom e onde podemos melhorar para andarmos lá na frente, mas foi um grande avanço de Goiânia para esta etapa do Rio. O fato de ser uma pista inédita para todos acaba igualando um pouco os já experientes e estreantes na categoria, mas disso o que mais gostei é que o carro estava bom o suficiente para nos colocarmos na frente e, como eu disse, nos mostrou o potencial e onde precisamos melhorar. O Velocitta é uma das pistas mais técnicas do calendário da Stock Car. Pensando já na próxima etapa, acho que temos um carro muito bom de chão e de freada. A reta fica devendo um pouco, mas tem potencial para entregarmos uma boa performance. A equipe e eu certamente vamos trabalhar juntos para isso.

Tony Kanaan, P22/P16: Vamos olhar o lado positivo, a gente teve a Stock Car voltando para o Rio de Janeiro, uma cidade da qual nunca deveria ter saído e espero que tenha sido um sucesso e que a gente possa voltar mais vezes. A gente já teve uma classificação complicada porque perdemos o vácuo, infelizmente não deu para classificar mais a frente, então optamos por uma estratégia na segunda corrida, que estava funcionando super bem, até tomar o toque na largada e comprometer tudo. Não foi um final de semana em termos de performance como esperávamos, pois a gente vem de dois finais de semana muito bons. Velocitta é uma pista que foi favorável para nós como equipe e temos condições de conquistar mais resultados entre os primeiros como foi em Interlagos e Goiânia.

Cacá Bueno, P23/P15: Estou muito feliz com a homenagem. Parabéns a todos os envolvidos, pois foi um dia inesquecível para mim e para os cariocas, é muito emocionante ver o Rio de Janeiro de volta à Stock Car. Foi bacana ter um final de semana tão agitado fora da pista, com muitas entrevistas, recebendo amigos e convidados de patrocinadores. Os resultados, infelizmente, não vieram. Fiz minha estratégia focado na corrida 2. Pela minha posição de largada, escapei das confusões e economizei combustível na primeira prova. Na segunda corrida, teve um Safety Car excessivamente longo, e isso igualou a estratégia com quem focou na primeira corrida, pois eles não precisaram abastecer. E ainda tive que escapar da pista na largada para evitar um acidente e também perdi algumas posições. Vamos para a próxima etapa, que será na casa da nossa equipe, no Velocitta, buscando somar pontos para o campeonato.

Julio Campos, P24/P23: Tomei um toque na largada da primeira corrida e caí para 13º, mas consegui voltar para oitavo. Na hora do pit stop, estava atrás do Rubinho, mas ele se envolveu em um incidente que levantou muita poeira e eu não enxergava mais nada. Só desviei para não bater e, quando a poeira baixou e eu voltei a enxergar, estava totalmente fora do traçado. Na segunda corrida, estava brigando para estar entre os seis, mas fui tentar uma ultrapassagem por fora e fui tocado.

Lucas Foresti, P25/não terminou: Eu senti que o carro estava bom pelo menos para brigar por um 10º lugar, mas de novo um imprevisto me tirou da corrida. Acabei saindo dessa corrida especial sem nenhum ponto, o que foi de certa forma decepcionante. Mas se há algo de bom nisso é que, enquanto pude competir, eu vinha bem, fazendo boas voltas.

Thiago Vivacqua, P28/P19: Feliz pela estreia na categoria, é sempre uma novidade, ainda mais estreando na minha corrida de casa aqui no Rio. Podíamos ter feito um quali bom ontem, a equipe estava otimista, mas tivemos um problema no carro, coisas que acontecem. Sabemos que a Stock Car é uma categoria com muito contato, consegui correr com a cabeça fria, fazer as ultrapassagens nos momentos certos. Focamos na segunda corrida, guardei o máximo de botões de ultrapassagem possíveis e finalizamos a etapa com o 19º lugar, que deixou a equipe muito feliz.

Galid Osman, não terminou: Foi um fim de semana difícil e cheio de problemas. Única sessão que o carro funcionou perfeitamente eu terminei na sétima posição, em todas as outros problemas mecânicos me impediram de competir. Hora de parar e analisar o que aconteceu para voltar forte no Velocitta e retomar o bom ritmo do começo do ano.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.