Cacau, ex-BBB, é destaque nos boxes da Stock Car em Curitiba

domingo, 5 de dezembro de 2010 às 18:29

A presença de Cacau, participante da décima edição do programa Big Brother Brasil, chamou a atenção no box da equipe Crystal Racing Team na última etapa da temporada da Stock Car, disputada neste domingo (5), em Curitiba (PR).

O automobilismo não é novidade para Cacau. Ela já havia trabalhado para a equipe como promotora nas temporadas de 2004, 2005 e 2006. Na época, acompanhava o time em todas as etapas do campeonato. “Foi bom para matar saudades”, disse Cacau.

“Passou um filme na minha cabeça. Sempre gostei muito de automobilismo e foi ótimo poder assistir tudo de perto de novo”, acrescentou Cacau, que passou a corrida inteira nos boxes, torcendo pelos pilotos Claúdio Ricci, 14º na prova, e Ricardo Sperafico, 16º.

Crystal Racing Team fecha temporada marcando pontos em Curitiba

A temporada da Stock Car terminou neste domingo (5), em Curitiba (PR), com pontos para a Crystal Racing Team. Foi uma corrida confusa, sob chuva, cheia de intervenções do safety car, que teve Cláudio Ricci por vezes entre os dez primeiros, até terminar em 14º. Marcar pontos foi um prêmio ao esforço do piloto e a dedicação da equipe diante das circunstancias. “Esses pontos foram suados”, disse Cláudio Ricci. Foi a quinta corrida dele nos pontos em 2010.

“Foi um resultado importante diante das nossas dificuldades na prova. O começo foi ótimo, cheguei a andar entre os dez primeiros e o carro estava rápido. Mas aí começou a chover, tive um problema no rádio e fiquei na pista uma volta a mais, em condições muito ruins. Na nossa parada obrigatória, também tive problemas e sai um pouco antes, precisei voltar para completar”, contou Cláudio Ricci. “Mas é bom terminar a temporada assim, nos pontos e mostrando força”.

A primeira temporada completa de Cláudio Ricci na Stock Car termina com saldo positivo e bons momentos, como a melhor volta registrada na prova do meio do ano, em Ribeirão Preto. “Foi um campeonato difícil, de bastante trabalho, mas com alguns resultados muito interessantes”, resumiu o piloto, que disputou a temporada paralelamente com o Itaipava GT Brasil. “A equipe veio evoluindo o ano inteiro”, analisou Amir Nasr, chefe de equipe da Crystal Racing Team.

“Hoje, com certeza era dia de conseguir um resultado melhor, mas foi uma loucura para todo mundo. Pista seca seria mais interessante para nós. No início nossos dois carros ganharam várias posições e depois a chuva mudou tudo. Chovia em partes do circuito, em outras não, no começo a chuva não era tão forte, então ficava difícil decidir por uma parada. Quem sobreviveu nessas condições e fez as melhores escolhas se deu bem, mas o resultado mostra que tudo poderia acontecer”, disse Amir Nasr.

Ricardo Sperafico também ficou próximo dos pontos, em 16º. “Hoje, estava difícil. Optamos por uma estratégia diferente, que foi ficar com pneus slick e aí complicou bastante quando a chuva apertou. Acabei rodando e perdi uma volta. Se continuasse com pista seca dava para pensar em chegar entre os dez, entre os seis. Então claro que queria mais. Mas foi ótimo estar com a equipe, as quatro corridas que fiz aqui foram muito positivas”, concluiu Ricardo Sperafico.

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.