A condição de Michael Schumacher melhora após a segunda operação

terça-feira, 31 de dezembro de 2013 às 13:43

Equipe médica do hospital de Grenoble

A condição de Michael Schumacher mostrou uma ligeira melhora, mas o sete vezes campeão mundial de F1 permanece em coma induzido, ainda em estado crítico.

Schumacher foi submetido a uma segunda operação durante a noite para remover outro hematoma, o que ajudou a reduzir a pressão intercraniana pelo trauma sofrido no acidente de esqui no domingo.

O segundo procedimento ocorreu às 22:00h. na segunda-feira, após exames revelarem uma melhoria inesperada na condição do ex-campeão de 44 anos.

Isto permitiu que a equipe médica no hospital de Grenoble fizesse uma cirurgia para acessar um grande hematoma no lado esquerdo de seu cérebro.

O Dr. Emmanuel Gay disse: “Foi um hematoma que era maior e mais acessível, por isso fomos capazes de nos livrarmos dele, sem qualquer risco. Graças a isto fomos capazes de controlar a pressão intercraniana. Mas ainda há muita hemorragia”.

A equipe médica disse que restou uma série de lesões no cérebro de Schumacher e que ainda é impossível fazer qualquer prognóstico sobre a sua recuperação futura.

Eles confirmaram que Schumacher irá permanecer em coma por tanto tempo quanto for necessário, mas que ele está numa condição mais estável do que tinha nas últimas 24 horas.

“Temos uma estratégia para corrigir uma série de anomalias que continuam e nós queremos dar algum tempo nesta fase de estabilidade”, disse o professor Jean-François Payen. “Há algumas questões importantes que precisamos pensar sobre o futuro”.

A família de Schumacher foi consultada antes da segunda operação e permanece ao seu lado todo o tempo.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.