Stock Car – Vencedor em 2011, Valdeno destaca: pilotagem faz diferença em Brasília

Valdeno Brito

Valdeno Brito

A Stock Car disputa a penúltima etapa da temporada 2012 neste domingo em Brasília, onde a categoria corre no circuito mais rápido da temporada, com média horária acima de 180 km/h. Apesar de se tratar de um traçado com apenas quatro curvas, a pista do Distrito Federal exige muita técnica dos pilotos e precisão no ajuste do carro para as equipes, como aponta o piloto da Shell Racing, Valdeno Brito, vencedor da última etapa da Stock Car disputada em Brasília, no ano passado.

Nascido em Campina Grande, na Paraíba, mas morador da cidade de Brasília há um ano, Valdeno ocupa a quinta posição na tabela da Stock Car, a 21 pontos do líder, diferença menor do que uma vitória na categoria (22 pontos). Além de ter vencido nesta etapa de Brasília no ano passado, o piloto da Shell Racing conquistou duas vitórias neste ano na Stock Car: em Curitiba e em Cascavel.

“A corrida em Brasília é especial, já que moro na cidade e não há corrida no meu estado natal, a Paraíba. Em relação ao circuito, é ótimo conter com o retrospecto desta vitória na última corrida aqui no Distrito Federal. O traçado da pista, apesar de parecer simples, requer muito refino na pilotagem e também na preparação do carro”, diz Valdeno.

Por ter as quatro curvas para o lado direito, as equipes trabalham com um ajuste de cambagem que deixa o carro “torto”, ou seja, puxando para a direita mesmo nas retas. “Por conta deste fator, a freada fica ainda mais sensível. E cada uma das 4 curvas tem um contorno diferente, então é uma pista técnica, não é apenas acelerar e pronto. Nossa expectativa para a prova é a das melhores para este final de semana”, disse o piloto da Shell Racing na Stock Car Valdeno Brito, que já somou 126 pontos no campeonato.

A etapa de Brasília é decisiva para a luta pelo título. Depois desta prova, só restará a última corrida, no dia 9 de dezembro, em Interlagos, a Corrida do Milhão.

“Os pilotos da ponta da tabela vão trabalhar neste final de semana para chegar à última etapa com chances reais de título, porque em São Paulo a pontuação será dobrada e certamente a decisão será emocionante até a última volta. Mas, para isso, é preciso chegar em boas condições na tabela, sem estar muito longe do líder”, completou Valdeno, que ganhou a primeira Corrida do Milhão, prova realizada no Rio de Janeiro em 2008 e que lhe rendeu um cheque de 1 milhão de dólares.

Com relação ao traçado de 2.919 metros de Brasília, o chefe da equipe Shell Racing, Rodolpho Mattheis, aponta que o desgaste de pneus mais uma vez será chave nesta etapa.

“Nosso carro se comportou muito bem em pistas onde a média horária era alta, como Cascavel e Tarumã, e onde o desgaste de pneus foi alto. Brasília não será diferente. Vamos tentar achar o acerto ideal já nos primeiros treinos de sexta-feira para conseguir um carro que seja rápido na classificação, mas que também aguente o ritmo de prova com o mesmo jogo de pneus por 45 minutos na corrida”, disse Mattheis.

A prova de Brasília também marca a estreia de Tony Kanaan à Stock, que, como Rubens Barrichello, correrá neste final de semana e também fará a prova de São Paulo. Outra novidade de 2012 é a estreia da marca Shell na categoria, com todos os carros da Stock Car passando a utilizar o combustível aditivado Shell V-Power Etanol, fornecido pela Raízen.

Os treinos livres para a etapa de Brasília começam às 9h50 desta sexta-feira. O treino classificatório que define o grid de largada será às 12h10 de sábado e a largada às 9h30 de domingo, com transmissão ao vivo pela TV Globo.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.