Stock Car – Mantas térmicas terão papel-chave na decisão do título de 2019

Ricardo Mauricio

A grande final da Stock Car, prova que será realizada no templo de Interlagos, em São Paulo, entre os dias 13 e 15 de dezembro, terá um ingrediente extra para a disputa do título: o uso das mantas térmicas. Usadas para deixar os pneus Pirelli P Zero na temperatura ideal, os cobertores são cruciais para que os carros da categoria já possam usar ao máximo todo o desempenho disponível, desde a primeira curva.

Os cobertores foram utilizados nas etapas do Velo Città, em Mogi Guaçu, e na Corrida do Milhão, também disputada em Interlagos. Usando as mantas por até duas horas e chegando a uma temperatura de 90°C, a pressão recomendada da Pirelli é de 27 PSI, permitindo às equipes calibrarem os pneus neste valor, ao invés de usarem uma calibragem mais baixa, com os pneus a frio. Este procedimento é muito importante para que os pilotos possam aproveitar o máximo da performance já na primeira volta bem como para preservar a integridade dos pneus, evitando que sejam danificados por rodarem com baixa pressão e frios.

O traçado da pista de Interlagos possui 4.309 metros de extensão e 11 curvas. Em sentido anti-horário, o autódromo é o mais moderno do País e acabou de receber o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, realizado há menos de 30 dias.

Com pontuação dobrada, 60 pontos estão em jogo e nada menos do que seis pilotos estão aptos a levantar o troféu de campeão nesta etapa. São eles: Daniel Serra, Ricardo Maurício, Thiago Camilo, Rubens Barrichello, Julio Campos e Felipe Fraga.

“O retorno das mantas terá um papel fundamental para o grande desempenho dos carros e pilotos na final da Stock Car. Com o pneu já em temperatura ideal de funcionamento, eles podem acelerar ao máximo desde a largada, eliminando o processo de pré-aquecimento dos pneus nas primeiras voltas”, disse Fabio Magliano, gerente de produtos car e motorsport da Pirelli para a América Latina.

“Durante o pit stop obrigatório para reabastecimento e troca de pneus, nós recomendamos a troca dos dois pneus do lado direito, que são os que mais sofrem com desgastes na pista paulistana, devido tanto ao apoio constante do carro quanto pela tração”, finalizou Magliano. Os pneus Pirelli P Zero, de pista seca, e Pirelli Cinturato, de molhada, estarão disponíveis para todos os pilotos durante o final de semana.

A transmissão da corrida única começará às 10h10, ao vivo pela Rede Globo. O classificatório do sábado será mostrado, também ao vivo, pelo Globoesporte.com, a partir das 13h30. Os treinos livres terão transmissão ao vivo pelo YouTube e Facebook oficial da categoria, a partir das 10h55, todos pelo horário de Brasília.

PNEU DISPONÍVEL

Pista seca: P Zero na medida 305/660-18

Pista molhada: Cinturato na medida 285/645-18

MANTA TÉRMICA:

Tempo de aquecimento dos pneus P Zero com cobertor térmico:

Mínimo:   1h @ 90°C

Ótimo:     1h30 @ 90°C

Máximo:  2h @ 90°C

 

CARACTERÍSTICAS DA PISTA (entre 1 e 5):        

Abrasividade da pista: (4)

Força lateral: (4)
Pneu mais exigido (traseiro direito)

 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS P ZERO:

Cambagem recomendada dianteira: (-5,0°)

Cambagem recomendada traseira: (-3,0°)

Calibragem recomendada sem cobertor: 24 PSI a frio

Calibragem recomendada com cobertor: 27 PSI a frio

Calibragem recomendada a quente: 32 PSI

 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CINTURATO:

Cambagem recomendada dianteira: (-2,0°)

Cambagem recomendada traseira: (-0,0°)

Calibragem recomendada sem cobertor: 26 PSI a frio

Calibragem recomendada a quente: 32 PSI

PILOTOS QUE DISPUTAM O TÍTULO DE 2019 DA STOCK CAR:

Daniel Serra, 334 pontos

Ricardo Maurício, 316 pontos

Thiago Camilo, 305 pontos

Rubens Barrichello, 283 pontos

Julio Campos, 282 pontos

Felipe Fraga, 279 pontos

CRONOGRAMA (HORÁRIOS DE BRASÍLIA):
SÁBADO, 14/12
13h30 – 15h00: Classificação Stock Car

DOMINGO, 15/12
10h10 – Largada

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.