Stock Car – Equipe de Barrichello espera troca de pneus no DF

Rubens Barrichello

Mesmo ainda sem uma manifestação oficial da Pirelli, fornecedora exclusiva da Stock Car, a equipe de Rubens Barrichello dá como certo que a prova deste domingo em Brasília exigirá a troca ao menos dos pneus do lado esquerdo. O velho asfalto do Autódromo Internacional Nelson Piquet é um dos mais abrasivos do calendário e as chances de um carro completar os pouco mais de 40 minutos da prova com o mesmo jogo da largada são baixíssimas. “E assim mesmo porque correremos novamente pelo anel externo. Uma corrida no circuito misto significaria cerca de três pit stops”, comenta Maurício Ferreira, diretor-técnico da Medley/Full Time.

Baseada desde o início da temporada em novas e modernas instalações em Vinhedo, na região de Campinas, a equipe paulista chegará ao Distrito Federal embalada pelo 2º lugar de Barrichello na semana passada em Salvador. Foi o melhor resultado do ex-astro da Fórmula 1 desde sua estreia em Curitiba na antepenúltima etapa de 2012 e a volta da organização ao pódio depois de mais de um ano. Além disso, os 2.919 metros do traçado já são conhecidos pelo piloto, que surpreendeu com o 8º lugar no grid em sua segunda prova.

Com a volta do reabastecimento obrigatório, prática proibida apenas nas pistas de rua como a de Salvador e Ribeirão Preto, onde a Stock Car se apresentará em agosto, as equipes devem aproveitar a janela do pit stop para substituir os pneus. “Ainda aguardamos uma palavra oficial da organização e o regulamento particular da prova. Mas a dúvida deverá ficar por conta do melhor momento para entrar nos boxes. Pode ser logo no início ou no final, dependendo do desgaste e das circunstâncias da corrida”, acrescenta Ferreira, que, embora pessimista quanto ao consumo dos pneus, vê uma diferença em relação ao ano passado. “As zebras das curvas 1 e 4 foram rebaixadas. Com menor impacto, o risco de um estouro também cai.”

Ferreira acredita que a Pirelli poderá utilizar o exemplo de Tarumã. “As três pistas que mais sacrificam os pneus são essas duas e a de Cascavel, local da corrida seguinte. Em Tarumã, recebemos um jogo de pneus novos e os carros foram obrigados a largar com um set zero para minimizar as probabilidades de problemas. Acho que a tendência é que essa política volte a ser adotada em Brasília.”

As atividades de pista serão abertas sábado, com a realização das duas sessões de treinos livres e das tomadas classificatórias. Domingo, a largada está prevista para as 11 horas, com transmissão ao vivo pelo SporTv. Com a vitória no GP da Bahia, Ricardo Maurício (RC) assumiu a ponta da tabela com 80 pontos, superando a dupla da Red Bull – o antigo líder Daniel Serra (73) e o pentacampeão Cacá Bueno (72). Barrichello subiu para 15º graças ao resultado de Salvador e se igualou a Sérgio Jimenez e Duda Pamplona, todos com 23 pontos

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.