Stock Car – Comentários pós corrida – Curitiba 2012

Allam Khodair em 2012

Allam Khodair

Átila Abreu, 1º colocado: O carro está evoluindo muito bem nas últimas corridas. Batemos na trave algumas vezes e hoje veio a vitória. Foi uma corrida muito legal, mentalmente muito desgastante nas voltas finais. O Allam me surpreendeu e achei que não ia dar para segurar a ponta quando ele atacou. Depois virou um jogo de xadrez: ele dava push to pass para atacar e eu para defender. Foi um resultado muito importante para o campeonato. Antes da oitava etapa, estava 39 pontos atrás do Cacá Bueno. Agora são 13. Isso é fruto do trabalho excelente da equipe Mobil Super Pioneer Racing e espero continuar assim na corrida de Brasília. A meta é chegar à Corrida do Milhão com 10 pontos ou menos de distância para o líder, para realmente brigar pelo título.

Allam Khodair, 2º colocado: Sabia que precisava ir muito para a frente. Vinha de três pódios nas últimas quatro corridas antes daqui e não faria muita diferença chegar em sétimo ou oitavo. Por isso, fiz uma largada agressiva e forcei muito para passar os concorrentes. Foi uma corrida complicada de chegar no Átila, pois ele tinha uma estrategia boa, usava o botão de ultrapassagem quando eu me aproximava, até o ponto que meu equipamento desgastou demais e não consegui passar.

Valdeno Brito, 4º colocado: Sabia que na largada teria que buscar o primeiro ou tentar administrar o espaço para fazer a primeira curva sem levar nenhum toque, porque, largando por fora, é bem difícil manter sua posição nesta pista. Caí para a terceira colocação, perdendo a posição para o Daniel (Serra) e depois fui ultrapassado pelo Allam (Khodair). Tanto o Allam quanto o Daniel tinham carros muitos rápidos e, mesmo quando eu passava usando o push, ficava difícil segurar na volta seguinte. Quarto lugar hoje era o nosso melhor. São 66 pontos em jogo e estou a 21 do primeiro, então a disputa permanece intensa nas duas últimas provas.

Nonô Figueiredo, 6º colocado: A largada foi difícil para mim, a primeira curva é lenta e afunila os pilotos, fiquei prensado por dois carros. Alguns pilotos fizeram uma largada muito agressiva para a característica da pista. A corrida foi dura, perdi muito tempo com o Meira, o Sperafico e, principalmente, com o Pizzonia, o que impossibilitou a chegada nos carros da frente. Todos andam muito parecido, o importante era não errar.

Antonio Pizzonia, 7º colocado: Consegui fazer uma boa largada e fugir de qualquer confusão. Saindo da 16a posição, precisaria fazer uma boa largada para conseguir andar na frente, e felizmente consegui. Foi um toque normal (com Nonô), incidente de corrida. Ele conseguiu me ultrapassar, mas chegar na sétima posição foi um bom resultado. Voltamos a ter um carro muito bom aqui em Curitiba. Em Tarumã a situação foi um pouco diferente, mas aqui conseguimos andar bem e estamos felizes com o resultado de hoje. A expectativa é evoluir ainda mais em Brasília.

Julio Campos, 8º colocado: Foi uma largada muito, mas muito confusa. Consegui largar bem e os acidentes ajudaram, pois vários saíram da frente. Passei uns quatro carros e outros seis ficaram pelo caminho. Depois disso, todo muito apresentou um ritmo constante e passei quem deu. O importante é que seguimos entre os dez, com chances de título, e vamos para a próxima.

Galid Osman, 10º colocado: Desde o início tinha planejado uma largada agressiva, para partir para cima já na primeira volta. Consegui ganhar 12 posições já na primeira volta. Depois disso, consegui manter um ritmo forte de corrida para chegar no top-10. Fiquei muito contente com o resultado de hoje, que consolida bem minha posição como o melhor estreante e também perto de nomes bastante experientes na Stock. Foi minha nona corrida pontuando, revertendo um final de semana que começamos mal, porque só fiz um treino no seco. A expectativa para Brasília é melhor ainda, porque nas duas corridas que fiz na Copa Montana (categoria de acesso à Stock) venci.

Ricardo Sperafico, 12º colocado: Tive uma boa largada e consegui pular para o pelotão da frente. Mas, por ter usado o push na classificação, fiquei com poucas opções para a prova. Acabei utilizando os dois acionamentos a que tive direito na largada e na relargada. Depois, perdi oito posições na pista, todas porque meus adversários tinham o sistema e eu, não.

Denis Navarro, 14º colocado: Foi positivo conseguir avançar de nossa posição no grid. Poderia ter ido mais à frente, não fosse o toque que eu recebi logo na largada. Danificou a suspensão e impediu um resultado melhor. Foi uma prova bem movimentada. Enquanto no bloco da frente houve poucas trocas de posição, na área em que eu estava eram ultrapassagens constantes e fico contente de ter subido algumas posições neste cenário.

Diego Nunes, 15º colocado: O carro estava muito bom, com chance de brigar entre os primeiros, mas na largada eu acionei o botão de ultrapassagem (push-to-pass) e ele não entrou. Perdi várias posições e depois ficou difícil voltar a brigar com os dez primeiros. Foi meu único problema, a corrida toda. Infelizmente, perdemos mais uma vez a chance de completar uma prova entre os primeiros.

Luciano Burti, 16º colocado: O pessoal da minha frente freou um pouco mais cedo, travei as rodas e cheguei a encostar no Thiago [Camilo], mas não aconteceu nada. Em seguida, começou a confusão toda, eles se bateram, muita gente rodou e eu acertei o Thiago de novo. Essa batida danificou a parte da frente do carro e aí foi uma corrida de sobrevivência para mim. Andei no limite o tempo todo e tentei tudo o que podia, mas estava difícil em função da nossa estratégia.

David Muffato, 17º colocado: Passei limpo pelo acidente. Eu vi que tinha encrenca lá na frente e puxei para o canto da pista, fui parando o carro e procurando onde passar. Isso me beneficiou bastante porque já pulei ali para 15º. Infelizmente, o equilíbrio do carro não era o ideal e perdi algumas posições. No final melhorou, mas já era tarde. De qualquer forma, é muito bom sair daqui com pontos.

Eduardo Leite, 18º colocado: Na situação que estávamos, era o melhor que podíamos fazer. Agora é hora de pensar na próxima e tentar melhorar o carro para a classificação.

Tuka Rocha, 20º colocado: Logo na primeira curva, eu estava em quarto lugar e senti uma batida na parte de trás do carro. Fui vítima de uma largada imprudente de quem vinha atrás, foi uma pena. Acabei caindo para último e ainda estava sem push-to-pass, então era muito complicado voltar ao pelotão dos primeiros. De qualquer maneira, fica de saldo positivo o ótimo desempenho em todos os treinos e na classificação.

Rubens Barrichello, 22º colocado: Foi muito divertido. Pena foi o enrosco na largada. Estava parecendo estacionamento de shopping center, aquele freia e acelera, mas de repente levei uma pancada na traseira que entortou o carro. Perdi o rádio logo na segunda volta, o que dificultou um pouco. Quando furou o pneu, se tivesse o rádio, teria pedido para trocar os quatro pneus, pois como trocaram um só, o carro ficou desequilibrado. De qualquer forma, a experiência foi demais. Eu gostei muito de tudo da Stock Car, e me senti em casa dentro da equipe.

Rodrigo Sperafico, 23º colocado: Também fiz uma boa largada e estava mantendo um bom ritmo na corrida. E só perdi posições pela falta do push-to-pass. Certamente os dois carros da equipe teriam chegado entre os dez primeiros, por isso acho que o resultado final não traduziu o nosso potencial para a prova. No fim, faltando duas voltas para a quadriculada, tive de parar com um pneu estourado.

Pedro Boesel, não terminou: Tinha equipamento para escalar o pelotão: fiz uma boa largada e tinha ritmo bom nas dez primeiras voltas, passando o Max Wilson, o Denis Navarro etc. Vinha junto deste pelotão, dava para sair daqui com bons pontos. Pena que o Tuka (Rocha) forçou uma ultrapassagem e acabou me tirando da corrida, porque a batida danificou a minha direção e tive que abandonar. Agora é pensar na prova de Brasília.

Thiago Camilo, não terminou: Agora vamos para cima nas últimas corridas sem pensar em contas, somente na vitória.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.