Stock Car – Comentários de sábado – Santa Cruz do Sul 2019

Felipe Fraga

Gabriel Casagrande, P4: Foi um excelente resultado para nós, o carro mostrou um ótimo desempenho durante os treinos de hoje. Sei que a equipe está acostumada a largar na frente e disputar vitórias, então ficou feliz de ajudar esse trabalho. Estou bem contente e animado para amanhã. Estamos em uma posição em que é possível lutar por muitos pontos nas duas corridas de amanhã. Vamos pensar na estratégia e quero fazer uma boa largada para conquistar bons resultados, voltar ao pódio e quem sabe até disputar uma vitória.

Felipe Fraga P5: Estamos bem na briga pelo pódio e vitória amanhã. Largar em quinto e por dentro é positivo aqui, mas vamos focar em dois bons resultados no final de semana para tentar sair daqui de Santa Cruz do Sul mais perto do líder do campeonato. Houve um incidente no Q2 que acabou comprometendo minha luta pela pole, mas vamos com tudo para amanhã.

Valdeno Brito, P6: Foi um dia bom, sempre entre os cinco primeiros em todos os treinos. Passei para o Q3 em terceiro, porém cometi pequenos erros na minha volta e terminei em sexto. Mas largar na segunda corrida seguida entre os seis primeiros, assim como o Julio, mostra que a equipe está em um bom caminho. Amanhã a corrida vai ser difícil, muito desgaste de pneu. Quem souber administrar melhor a velocidade junto com o desgaste vai conquistar o pódio.

Ricardo Zonta, P8: É positivo largar entre os dez, a largada aqui é bem complicada, temos um carro rápido e estável, mas ainda falta um pouquinho de ajuste. É um carro um pouco para a corrida, para classificação faltou ser um pouco mais agressivo com os pneus, e com certeza o carro que temos, com esse balanço, é perfeito para a corrida.

Átila Abreu, P10: Começamos mal os treinos, bem complicado. Um carro que gastava muito pneu, mas sem competitividade e velocidade. Fomos trabalhando pouco a pouco, com o pneu novo no último treino já tinha sido melhor, e abusamos um pouquinho para a classificação. Avançamos, terminamos o Q1 em quarto, mas passamos um pouquinho e gastamos um pouquinho de pneu. Tivemos uma queda de performance, o que já esperávamos, mas maior do que o esperado. É óbvio que esperamos sempre um pouquinho mais, mas largando entre os dez fico na briga e consigo trabalhar a estratégia para as duas corridas.

Lucas Foresti, P11: O grid da Stock Car é de altíssimo nível, um décimo de segundo pode representar muitas posições a frente. Tivemos um bom ritmo durante todos os treinos e isso nos deixa motivados para a rodada dupla de domingo. Conseguimos andar entre os primeiros na maior parte do dia, o que comprova que o carro está bom e vamos tentar buscar bons pontos amanhã.

Galid Osman, P13: Em relação às últimas corridas, sem dúvida é a que está sendo mais difícil. Ainda estamos distantes do carro ideal, e por isso a 13ª posição é boa, o máximo que dava era talvez um top10. Estou satisfeito, é uma boa posição fazer uma boa estratégia para a corrida e conseguir o objetivo de sair entre os dez primeiros no campeonato.

Cacá Bueno, P16: Nós estávamos com ritmo para largar entre quinto e oitavo hoje. Na verdade meu carro estava ótimo, com uma boa estabilidade e por isso fiz um primeiro e segundo treinos bem fortes. No terceiro treino nós tivemos um problema de reta. Em um final de semana com todos os treinos no mesmo dia não era possível trocar motor ou mudar as coisas para o classificatório. Acredito que perdemos algo em torno de dois ou três décimos por volta e foi uma pena ficar fora do Q2 por apenas seis milésimos. Vamos estudar o que houve e pensar em uma boa estratégia para amanhã.

Rafael Suzuki, P18: Não conseguimos repetir o desempenho que tivemos nos primeiros treinos. O carro começou muito bem, mas naquela condição mista de pneus, cada um usando em uma condição. Na classificação, não conseguimos extrair o máximo do conjunto.

Gaetano di Mauro, P22: A classificação me pegou de surpresa. Estávamos com um carro para pelo menos ir para o Q2. Tentamos uma coisinha a mais, mas talvez tenhamos ido pelo caminho errado. Agora é rever a estratégia e ir para cima, vamos ver o que vai acontecer.

Nelsinho Piquet, P24: O carro não teve o desempenho que esperávamos. Como eu já sabia, é uma pista muito abrasiva e que desgasta demais os pneus. E, tudo isso somado ao fato de eu estar correndo pela primeira vez aqui, acabou atrapalhando nossa performance no classificatório. Temos de trabalhar e melhorar para estarmos mais rápidos. Amanhã, vamos em busca da recuperação para tentar nos mantermos entre os primeiros no campeonato.

Marcel Coletta, P26: Nós tivemos pouco tempo de treino para uma pista que eu não conheço. É uma das categorias mais disputadas do mundo e mesmo assim nós vinhamos crescendo a cada treino livre. Na tomada nós andamos para trás e vamos analisar os dados, mas eu gostei da pista. Ela é bem técnica e vamos ver se conseguimos um resultado melhor amanhã para somar bons pontos.

Pedro Cardoso, P29: Para mim, um dia difícil. A equipe trabalhou muito, mas ainda não conseguimos encaixar uma volta excelente. Na classificação, cometi um pequeno erro quando vinha fazendo as minhas melhores parciais. Amanhã, para a corrida, a palavra de ordem é calma para tentar ir ganhando posições sem se envolver em acidentes.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.