Miguel Paludo é pole na Porsche Carrera Cup 4.0 em Interlagos

Miguel Paludo

“O campeão voltou.”

O coro é corriqueiro nas arquibancadas dos estádios de futebol, mas serviria à risca para descrever a jornada de Miguel Paludo em Interlagos no treino classificatório da segunda etapa da temporada de sprint da Porsche Império Carrera Cup 4.0.

Competindo em Interlagos pela primeira vez com a mais recente edição dos carros de corrida mais produzidos do planeta, o atual campeão “overall” estabeleceu 1min36s192. Garantiu a posição de honra por 0s068 sobre o bicampeão Ricardo Baptista, que faz sua estreia oficial na temporada em São Paulo. O carro #7 com as cores da Brandt compete com um novo layout em São Paulo.

Já na Carrera Cup 3.8 prevaleceu o jovem Gaetano di Mauro. O competidor do carro #11 da Shell Racing impôs 0s332 sobre o carro #21 com as cores da Movida, pilotado por Eloi Khouri. Foi a maior margem entre pole e segundo colocado considerando todas as quatro categorias e a única superior a um décimo de segundo. De quebra, Khouri ficou como o melhor colocado entre os três representantes da classe Carrera Cup 3.8 Sport.

Na Porsche Império GT3 Cup 4.0 o melhor tempo do quali ficou com Adalberto Baptista e o carro #10. Ele registrou 1min36s894 e foi 0s067 mais veloz que Tom Valle. Mas como Adalberto carrega da primeira etapa uma punição de cinco posições no grid, quem vai alinhar na posição de honra é o dono do carro #99.

Já na classe de entrada, a GT3 Cup 3.8, o mais veloz foi o estreante Alexandre Auler. O competidor do carro #55 tem apenas cinco meses de automobilismo e saiu do carro muito contente com sua marca, 0s047 mais veloz que a melhor passagem de Marco Billi.

Pela primeira vez no ano, os carros contam com lastros de performance. O líder de cada categoria carrega 35 kg adicionais, carga que vai sendo reduzida de 5 em 5 kg conforme a posição de cada um na tabela de pontuação.

As corridas deste sábado têm início a partir das 10h, com a Carrera Cup. Todas as quatro provas terão transmissão ao vivo pelo Sportv 3 e pelos canais oficiais da categoria (site, Facebook e Youtube).

 

Os qualis

Carrera Cup 4.0

Pedro Queirolo foi o primeiro a ir para a pista. Também o primeiro a obter a volta mais rápida na classificação, com 1m37s826. A marca resistiu por alguns minutos, mas logo foi batida pelo líder do campeonato, Marçal Müller, com 1m36s625.

Conforme os minutos foram passando, ninguém conseguiu alcançar o até então líder. Mas a disputa estava acirrada pelas posições seguintes, principalmente entre Ricardo Baptista, JP Mauro, Constantino Jr, Lico Kaesemodel, Miguel Paludo e Werner Neugebauer.

Com um pouco menos de quatro minutos para o fim da atividade, Ricardo Baptista então assumiu a ponta, com 1m36s260. Pouco tempo depois, foi a vez de Miguel Paludo virar o líder com 1m36s192. O experiente piloto manteve a ponta até o fim, seguido por Ricardo, Marçal Müller, Werner Neugebauer e Lico Kaesemodel.

Carrera Cup 3.8

Nem bem receberam a informação que os boxes estavam abertos, todos os pilotos já foram para a pista em busca do melhor tempo. Representante da categoria Sport, Eloi Khouri foi o primeiro a marcar tempo, com 1m39s319.

A marca não foi sustentada por muito tempo. Marcel Coletta logo marcou 1m39 baixo. O que não desanimou Khori, que logo chegou em 1m38s583 para retomar a ponta.

Com 12 pilotos a pista, a disputa pelo primeiro lugar parecia uma disputa particular entre Eloi e Marcel. Isso porque, o jovem competidor novamente fez o giro mais rápido, com 1m38s314.

Em um treino rápido, os pilotos pouco tiravam o pé para esfriar os freios. Era volta mais rápida atrás de volta mais rápida. Eloi logo retomou a liderança, com 1m38s262, seguido por Gaetano di Mauro. Enquanto isso, Marcel recolhia o carro para os boxes.

E nesse momento, Gaetano passou a roubar a cena, ao assumir o primeiro lugar, com 1m37s930. A marca foi mantida até o fim. Em seguida, vieram: Eloi Khouri (o melhor da Sport), Marcus Vario, Marcel Coletta e Bruno Baptista para completar o top 5.

 

GT3 Cup 4.0

Já virou lugar comum falar em equilíbrio nos treinos da categoria, mas não deixa de ser verdade. A classificação da GT3 Cup 4.0 mostrou muito bem isso. Desde o início, o que não faltou foi troca de posições entre os pilotos. E quem achava que o líder do campeonato Sylvio de Barros teria tranquilidade se enganou.

Rodolfo Toni, Tom Valle, Adalberto Baptista… Não faltaram competidores na pole position. Com sete minutos para o fim da atividade, Adalberto estava na ponta, com 1m37s039.

Com menos de três minutos para o fim, o líder seguia o mesmo. Assim como o equilíbrio, já que a diferença até o décimo colocado era de menos de um segundo.

Ao fim da atividade, Adalberto Baptista recebeu a bandeira quadriculada com o primeiro lugar, seguido por Tom Valle, Rodolfo Toni, Maurizio Billi e Luca Seripieri.

 

GT3 Cup 3.8

A atividade da GT3 Cup 3.8 se mostrou muito acirrada desde o início. Pole position na primeira etapa do ano, Marco Billi logo surgiu entre os primeiros colocados. Mas sem qualquer tranquilidade.

Isso porque, Chico Horta e Alexandre Auler estavam dispostos a brigar com tudo pela primeira colocação. Em metade da atividade, Auler estava na ponta, com 1m40s526, seguido por Horta e Marco.

Conforme o tempo foi correndo, os líderes passaram a baixar suas marcas, mas sempre com Auler na liderança. As mudanças ocorriam nas posições seguintes, com Billi superando Horta.

Com o cronometro zerado, Auler assegurou a ponta, seguido por Billi, Nelson Monteiro, com uma volta muito rápida nos segundos finais, Chico Horta e Paulo Totaro, o líder do campeonato.

 

O que eles disseram:

“O carro está bom, com um novo adesivo nesta etapa. Já vinha falado desde o ano passado que sentia falta de ser rápido nas classificações, que sentia falta de ser pole position. O freio já tinha sido um grande fator para mim no ano passado e, agora, foi resolvido. Focando em São Paulo, me adaptei aos freios e pude me preocupar com o acerto do carro. Isso é um bom resultado. É uma pole não só minha, mas do meu engenheiro e do meu mecânico. Sabia que seria apertado. Nada melhor do que largar na pole em Interlagos. Agora, é tentar transmitir isso para a corrida, quem sabe com vitórias”

Miguel Paludo, pole position na Carrera Cup 4.0

 

“É sensacional. Estou muito feliz. Demos duro nesse treino. Sentimos uma diferença no último treino, era algo muito apertado. Fomos atrás disso. Acertei uma volta que foi absurda. Estou muito contente. Estamos com um equilíbrio bom para a corrida. Vamos para cima”

Gaetano di Mauro, pole position na Carrera Cup 3.8

 

“Infelizmente, não fiz a primeira prova do ano. Foi uma pena. É fantástico estar aqui de volta. O carro novo é maravilhoso de se guiar. Ainda vamos conseguir tirar muito mais do carro. A classificação foi boa, muitos pilotos juntos. Estou contente e ansioso para largar neste sábado”

Ricardo Baptista, segundo colocado na Carrera Cup 4.0

 

“Estou feliz para caramba. Vim de um resultado ruim em Curitiba. Estamos aprendendo a mexer no carro, muitos mecânicos vieram me ajudar. Quando fui para a pista, só pedi para Deus me ajudar a fazer o que eu sei. Na primeira volta, consegui fazer certo. Na segunda, resolvi arriscar. Me passaram no rádio que estava em segundo, mas estava bom. Não fiz nenhum treino opcional e parei o treino livre no meio. É legal ter a classe Sport, mas também quero evoluir com o pessoal mais novo. Está acontecendo”

Eloi Khouri, segundo colocado na Carrera Cup 3.8 (primeiro na Sport 3.8)

 

“Foi bem legal, acertei uma boa volta. Tinha uma outra que dava para melhorar um pouco, o que ia ser muito bom. Só de largar na frente é alegria total. Quando estamos na Stock Car ou aqui acompanhando o Bruno Baptista, a gente torce muito. Só quem tem filho sabe a resposta disso”

Adalberto Baptista, pole position na GT3 Cup 4.0

 

“A volta foi: fecha os olhos, acelera e seja o que Deus quiser. Foi sensacional, bom demais. Para mim, que está começando, fazer uma pole position em Interlagos é um sonho, tudo de bom. Já ganhei o fim de semana. Agora, o que vier é lucro neste sábado”

Alexandre Auler, pole position na GT3 Cup 3.8

 

Resultados das classificações:

Carrera Cup 4.0

1) Miguel Paludo – 1m36s192

2) Ricardo Baptista – 1m36s260

3) Marçal Müller – 1m36s268

4) Werner Neugebauer – 1m36s286

5) Lico Kaesemodel – 1m36s433

6) JP Mauro – 1m36s664

7) Constantino Jr – 1m36s778

8) Daniel Schneider – 1m37s028

9) Pedro Queirolo – 1m37s533

 

Carrera Cup 3.8

1) Gaetano di Mauro – 1m37s930

2) Eloi Khouri (S) – 1m38s262

3) Marcus Vario – 1m38s263

4) Marcel Coletta – 1m38s314

5) Bruno Baptista – 1m38s325

6) Vitor Baptista – 1m38s472

7) Murilo Coletta – 1m38s511

8) Enzo Elias – 1m38s668

9) Rodrigo Mello (S) – 1m38s864

10) Fernando Fortes (S) – 1m38s987

11) Pedrinho Aguiar – 1m39s372

12) Matheus Coletta – 1m40s006

 

GT3 Cup 4.0

1) Adalberto Baptista – 1m36s894

2) Tom Valle – 1m36s961

3) Rodolfo Toni – 1m37s264

4) Maurizio Billi – 1m37s300

5) Luca Seripieri – 1m37s310

6) Sylvio de Barros – 1m37s400

7) Carlos Ambrósio – 1m37s712

8) Guilherme Reischl – 1m37s757

9) Rouman Ziemkiewicz – 1m37s792

10) Márcio Mauro – 1m37s851

11) Dominique Teysseyre – 1m38s584

 

GT3 Cup 3.8

1) Alexandre Auler – 1m40s518

2) Marco Billi – 1m40s565

3) Nelson Monteiro – 1m40s644

4) Chico Horta – 1m40s707

5) Paulo Totato – 1m41s313

6) Patrick Choate – 1m41s948

7) André Gaidzinski – 1m42s541

8) Sangho Kim – 1m43s162

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.