Kart – Trio de Brasília vence as 500 Milhas da Granja Viana

Se não eram zebras declaradas – afinal, a equipe terminou em 7º no ano passado -, os brasilienses Lu Boesel, Yann Cunha e Luiz Rodriguez estavam longe de merecer o status de favoritos. Mas, ao final de uma corrida perfeita na qual praticamente não enfrentaram qualquer problema mecânico, o trio da Capital Federal garantiu um lugarzinho na história ao vencer neste sábado a 14ª edição das 500 Milhas da Granja Viana, a última antes da transferência da prova para o Beto Carrero World (Santa Catarina) a partir de 2011. A dupla Christian Fittipaldi-Nelsinho Piquet chegou em segundo, à frente de Rafael Suzuki, Felipe Fraga, Eduardo Banzol e Carlinhos Barrichello. Os octacampeões Rubens Barrichello e Tony Kanaan, na companhia de Felipe Giaffone e Antonio Pizzonia, finalizaram em quinto depois de uma prova complicada por diversos problemas, uma volta atrás de Beto Cavaleiro, Eduardo Leite e Lucas Finger.

Foi uma vitória que somou velocidade, constância e confiabilidade em doses rigorosamente iguais. A equipe C&L, comandada por Carlos Alberto Oliveira, deu adeus aos problemas na minicorrida que definiu as posições de largada na sexta-feira. “Tivemos um choque com o Rafael Suzuki no top qualify e abandonamos. Com isso, largamos apenas em 27º”, lembrou Lu, sobrinho de Raul Boesel, campeão mundial de Endurance de 1987.

Até mesmo em função da colocação no grid e do elevado número de karts – 59 – no traçado de Cotia, a equipe “candango” assistiu à liderança trocar de dono várias vezes desde que o pole Alexandre Ruiz assumiu a ponta. Passaram por ela, entre outros, Kanaan, Barrichello e Vítor Meira, que parecia caminhar para a vitória quando o eixo quebrou restando pouco mais de uma hora. Era a senha para os meninos de Brasília – Yann é o atual campeão sul-americano de Fórmula 3, categoria onde Lu também correu nesta temporada, e Rodriguez ainda se mantém no kart – tomarem a dianteira e não mais a perderem até a última das 644 voltas.

Molhado de suor e champanhe ao descer do pódio, Lu era a alegria vestida de macacão. “Foi uma prova desgastante, difícil, mas graças a Deus nós três conseguimos manter o mesmo ritmo e nos livrar rapidamente do tráfego. E os mecânicos trabalharam sempre com eficiência. Nossas paradas nos boxes foram muito rápidas. É um resultado maravilhoso para mim nesta fase da carreira, já que estou pretendendo correr na Fórmula Indy em 2011. E não deixa de ter um gostinho especial ganhar de tantos nomes famosos e exatamente na última vez em que as 500 Milhas foram corridas aqui na Granja”, comemorou.

Christian lamentou a quebra do segundo kart nas mãos de Vítor Meira num momento em que a equipe parecia no rumo da vitória e de um terceiro lugar. “Foi uma pena, mas o segundo foi um grande resultado. Afinal, caí para último logo depois da largada porque o motor afogou”, observou o piloto, que vive uma grande fase na temporada – é o vice-líder do Trofeo Linea com uma vitória na recente etapa de Brasília. “De todas as minhas participações nas 500 Milhas, nunca me entrosei tão bem com um companheiro de equipe. Eu e o Nelsinho temos o mesmo peso, sentimos de forma igual as reações e problemas do kart e fizemos as paradas nos boxes de forma igual. Foi um casamento perfeito”, resumiu.

Depois de 14 anos, as 500 Milhas da Granja Viana estarão de casa nova em 2011 e pelos próximos quatro anos seguintes. A corrida será realizada na pista que será construída no Beto Carrero World, o maior parque temático da América Latina. “Vamos sentir saudade, claro, mas sabendo que a mudança fará bem para o evento”, disse Felipe Giaffone, dublê de piloto e promotor da corrida.

Os 10 melhores nas 500 Milhas da Granja Viana:

1°) C&L MOTORSPORT – Luiz Cordeiro Filho,Yann Cunha e Lu Boesel – 644 voltas em 10h54min15s556
2°) FITTIPALDI PITSTOP – Christian Fittipaldi, Nelson Piquet e Vitor Meira a 1 volta
3°) HEAD & SHOULDERS/CARAS – Rafael Suzuki, Felipe Fraga, Eduardo Banzoli e Carlos Barrichello a 1 volta
4°) HANIER ESPECIALIDADE QUÍM – Beto Cavaleiro, Eduardo Leite e Lucas Finger a 3 voltas
5°) BARRICHELLO/HEAD&SHOULDERS – Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone e Antonio Pizzonia a 4 voltas
6°) RACING TEAM SWEDEN – Frans Bergman, Diogo Broka, Thiago Parazinho e Davide Forè a 5 voltas
7°) TECHSPEED/REDSTAR RACING – Eduardo Ventre, André Nicastro, Francesco Ventre e Pedro Gomes a 6 voltas
8°) BEE RACING/BKO/MEGA – Nelsinho Stanisci , Bruno Balarin, Sebá Malucelli e Aluisio Coelho a 6 voltas
9°) CRG DO BRASIL 2 – Davide Forè, Arnaud Kozlinski , Michele Gatting, André Pedralli, Johnatan Louis e Thiago Santos a 7 voltas
10°) CKS/WILD KART/BCO JBS – Yuri Alves, Fernando Carvalho, Fabio Fogaça e Thiago Massa a 7 voltas

EB – www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.