F1 – Mercedes quer assento da Williams para Russell

George Russell

A Mercedes pretende colocar seu piloto reserva e de desenvolvimento, George Russell, no grid de 2019 com a Williams, de acordo com o jornal The Times.

Russell, atualmente liderando o campeonato de Fórmula 2 com 12 pontos à frente de Lando Norris, com quatro finais de semana restantes, faz parte do programa de juniores da Mercedes desde janeiro de 2017.

O piloto de 20 anos fez seu primeiro grande avanço testando o Force India na F1 antes do GP do Brasil e de Abu Dhabi, também em 2017.

E, depois de continuar a impressionar na F2 nesta temporada com quatro vitórias e mais três pódios, Russell está na fila para seguir os passos de Charles Leclerc, que venceu os títulos de GP3 e F2 antes de se juntar à Fórmula 1 com a Sauber.

Mas é a Williams que deve ser o destino mais provável de Russell, embora a Mercedes não dite a formação de pilotos da equipe de Grove como parte de seu acordo para fornecer motores a eles.

A parceria entre a Mercedes e a Williams poderia ser reforçada pela fabricante, também fornecendo caixas de câmbio para a temporada de 2019.

Um lugar vago poderia aparecer na Williams, com rumores de que Lance Stroll estaria se juntando à Force India se seu pai, Lawrence, completasse uma aquisição nas próximas semanas depois que a equipe foi a falência.

“George está fazendo um ótimo trabalho este ano na Fórmula 2, liderando o campeonato agora, apesar de alguns contratempos, e há muito interesse nele pelas razões certas”, disse o chefe da Mercedes, Toto Wolff.

“Não temos vagas gratuitas na Mercedes no futuro previsível, mas ele é um dos nossos jovens, e vamos analisar todas as opções de como ele poderia dar o passo para a Fórmula 1 no ano que vem”.

Russell continua a ter um gostinho da ação da Fórmula 1 ao participar de dois dias de testes na Hungria esta semana.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.