F1 – Hamilton: Estratégia de Bottas foi “otimista demais”

Mercedes e Ferrari

Lewis Hamilton disse que sentiu que a Mercedes estava forçando muito os pneus de Valtteri Bottas durante o GP da Hungria.

O britânico conquistou sua quinta vitória na temporada, enquanto Bottas foi pego e ultrapassado pelos dois Ferraris de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, por causa de pneus já velhos no final da corrida.

Hamilton acredita que a estratégia da Mercedes de não parar Bottas pela segunda vez foi pedir demais de seus pneus de compostos macios.

“Definitivamente, não acho que a equipe esperava que eu conseguisse fazer meu primeiro stint na 30ª volta ou o que quer que fosse”, explicou Hamilton.

“Eu acho que eles foram um pouco otimistas demais, eu diria, para fazer com que esses pneus fossem tão longe. Mesmo para mim no final do meu stint, meus pneus estavam acabando. Eu provavelmente poderia ter feito mais 10 ou 15 voltas antes que eles estivessem completamente mortos. O ritmo deles era obviamente bom, mas felizmente eu já tinha feito o suficiente”.

Tendo parado relativamente cedo para cobrir Raikkonen, os pneus macios de Bottas tinham mais de 40 voltas no momento em que ele foi pego pelas duas Ferraris com ultra macios muito mais novos.

“Eu sabia que em algum momento eu precisaria abris a diferença enquanto eles ainda estavam atrás de Valtteri”, diz Hamilton.

“Eu sabia que a estratégia que Valtteri estava fazendo era altamente improvável que ele fosse fazer isso durar e quando eu me afastei do pelotão eu sabia que Sebastian estava no pneu macio. Sabíamos que isso também tornaria muito difícil vencer, mesmo para mim, então é por isso que a diferença era realmente importante”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.