F1 – Comentários pós classificação – Haas – GP do Brasil 2018

Romain Grosjean

Romain Grosjean, 8º colocado
Nós queríamos ser os melhores do resto hoje, mas as condições não foram tão favoráveis quanto gostaríamos. Tenho de dizer que meu carro estava incrível na Q2. Fui para minha primeira volta cronometrada e o motor apagou na curva 3, portanto perdi potência e tive de religar o carro. Eu sabia que só tinha uma tentativa e aquela volta foi incrível. O carro estava ótimo, o que me deixou confiante antes da Q3, mas por alguma razão ele começou a sair de frente. Não consegui os mesmos tempos de volta, então precisamos analisar isso. Naquelas condições, é fácil haver uma pequena diferença e não ter o mesmo equilíbrio. Acho que deveremos estar bem amanhã. Seco ou molhado, não podemos fazer nada em relação a isso. Vamos ver o que amanhã traz.

Kevin Magnussen, 10º colocado
Estou muito desapontado. Creio que foi falta de sorte. Estávamos na pista quando a chuva caiu mais forte nas minhas duas tentativas na Q2. Você faz o seu melhor e tenta sair no momento certo, mas quando o tempo está assim, nunca se sabe quando começará a chover. É difícil saber o melhor momento de sair. Nós claramente não acertamos. Acho que a previsão é de tempo seco para amanhã. É lamentável, pois acredito que tínhamos um carro muito bom hoje. Romain e eu deveríamos ter sido facilmente os melhores do resto, mas vamos ver os pontos positivos que a escolha livre de pneus pode trazer no domingo.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP do Brasil de Formula 1 em 11 de novembro!

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.