F1 – Binotto: Ferrari é uma “equipe jovem” como em 1995

Mattia Binotto

Mattia Binotto comparou a situação atual da Ferrari aos dias imediatamente anteriores à entrada de Michael Schumacher na grande equipe de Maranello, quando começou a dominar.

Depois de um inverno dominante, todo o paddock esperava que a Ferrari finalmente estivesse em posição de vencer seu primeiro campeonato mundial em mais de uma década.

Mas a Mercedes marcou cinco dobradinhas consecutivas, também dominando a classificação em Mônaco, enquanto a Ferrari é mais uma vez criticada por cometer erros de estratégia básica.

O chefe de equipe Binotto minimiza os dramas que cercam a lendária equipe italiana. “Precisamos otimizar o nosso desempenho, tanto dentro como fora da pista. Não me engano, a situação não é fácil”, disse ele ao jornal alemão Die Welt.

“Mas, basicamente, vejo possibilidades de alcançar a Mercedes. Digo que não estamos longe do nosso objetivo. A lacuna entre a vitória e a derrota não é tão grande como parece”, prosseguiu.

No entanto, ele admite que a recuperação total pode ser um processo que levará o resto da temporada. “O problema não é apenas identificar os problemas, mas encontrar uma solução”, explicou Binotto.

Ao mesmo tempo, ele diz que a Ferrari – a equipe mais antiga do grid – é na verdade uma “equipe jovem”, cuja nova estrutura e pessoal ainda estão se unindo. “Reconheço semelhanças com a época de 1995-1996”, lembrou Binotto. “Isso foi antes de a Ferrari ter tido tanto sucesso”.

“Na época, também tivemos de passar por um processo de aprendizagem e desenvolvimento. Como hoje. Havia o super pacote que todos conhecemos, mas ainda não”, afirmou ele.

“É como hoje. A estabilidade é importante. Compreender o carro e a sua tecnologia. Foi um processo de amadurecimento. Isso dá a mim e a todos na Ferrari esperança para o futuro”, acrescentou.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.