F1 – Acordo com a Lotus não está morto, diz chefe do Quantum

Lotus

Mansoor Ijaz, o homem por trás da adiada compra de uma parte da Lotus pelo grupo Quantum, insiste que o acordo não está morto.

Gerard Lopez, proprietário da Lotus, disse há menos de uma semana que, após repetidos atrasos na conclusão do acordo de 35 por cento, “nós o cancelamos”. Lopez declarou: “O dinheiro nunca chegou. Para 2014, nosso orçamento está completo com nosso novo patrocinador, a PDVSA”.

No entanto, Ijaz insiste que o acordo ainda pode se concretizar, porém de uma maneira diferente. Mas por que Lopez diria o contrário tão publicamente?

“Em todos os esclarecimentos, também há a possibilidade de que ocorram enganos, ou jornalistas tomando liberdade com as palavras que realmente foram ditas”, afirmou Ijaz ao site Grandprix247.com. “Isso aconteceu no nosso caso”.

Ijaz disse que continua se dando bem com Lopez e com outros executivos da Genii, que estão “fazendo tudo o que é possível para me ajudar na conclusão do acordo”.

“Ninguém lamenta mais os atrasos que sofremos para completar o investimento na Lotus mais do que eu”, explicou ele. “E ninguém está fazendo mais para resolver isso do que eu, porque é o que a equipe merece por me apoiar de modo tão claro e forte por sete meses”.

Segundo Ijaz, uma nova meta para completar o acordo é entre o teste de Jerez e os testes do Bahrain no meio de fevereiro.

E ele fez um alerta àqueles que descreveu como “jornalistas irresponsáveis” que questionaram seu caráter e o acusaram de frequentemente estar por trás de acordos duvidosos que acabaram fracassando.

“Quando nós concluirmos o financiamento da Lotus, vamos nos lembrar de cada um desses jornalistas que me difamaram com seu comportamento irresponsável”, disse ele. “Então, veremos o quão grande suas bocas são”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.