Brawn: Novas regras do motor mostram que a Fórmula 1 está ouvindo os fãs

Ross Brawn

As mudanças planejadas do motor da Fórmula 1 para 2021 mostram que a categoria prestou atenção aos comentários dos fãs, de acordo com Ross Brawn.

“A unidade de potência de 2021 é um exemplo da maneira futura em que a FIA como reguladora, a F1 como detentora de direitos comerciais, as equipes e os fabricantes como partes interessadas, trabalharão em conjunto para o bem comum da categoria”, disse Brawn, diretor esportivo da FOM.

“A proposta apresentada hoje foi o resultado de uma série de encontros que aconteceu durante 2017 com as equipes atuais que participaram do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 da FIA e os fabricantes que mostraram seu interesse em fazer parte do pináculo do esporte a motor”.

A geração atual de unidades de potência turbo V6 da Fórmula 1, introduzida em 2014, enfrenta críticas de alguns por serem mais silenciosas do que os V8 normalmente aspirados. A partir de 2021, os sistemas de recuperação de energia MGU-H serão removidos e o limite de rotação dos motores será aumentado, o que deve significar que eles farão mais ruído.

“A nova F1 tem como objetivo ser a principal competição mundial de esportes casada com tecnologia de ponta”, afirmou Brawn. “Para excitar, envolver e admirar os fãs de todas as idades, mas fazê-lo de forma sustentável. Acreditamos que a futura unidade de potência alcançará isso”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.