Testemunha do acidente de Tony Stewart: “Não parecia real”

terça-feira, 12 de agosto de 2014 às 14:17

Kevin Ward Jr.

O piloto Paul Kinney assistiu uma vez e não conseguiu ver novamente o horrível vídeo de um de seus colegas pilotos de dirt-track, Kevin Ward Jr, ser atropelado e morto por Tony Stewart, a estrela da NASCAR.

Kinney, dirigindo seu carro nº 19K na corrida no sábado à noite em Nova York, não viu a colisão fatal, mas momentos antes, ele viu Ward em pé na pista, furioso com Stewart após ser tocado e colocado para fora.

“Eu passei por ele”, disse Kinney disse à NBC News numa entrevista por telefone na segunda-feira. “Ele parecia um pouco irritado. Eu não penso muito nisso. Muitos pilotos fazem isso”.

Após a rodada, Ward saiu de seu carro e foi em direção ao meio da pista, apontando para o carro de Stewart. A medida que Stewart se aproximava, parecia derrapar. Ward foi puxado para debaixo das rodas e arremessado para o ar. Ele foi declarado morto no hospital.

Além de não assistir o vídeo novamente, Kinney disse que não pode entender a especulação sobre se Stewart foi atrás de Ward de propósito.

“Isso, obviamente, não é um incidente de corrida”, disse ele. “Não é uma boa ideia sair de seu carro e correr em direção a outros carros. Mas ninguém pode falar em nome de Tony. Apenas ele sabe exatamente o que aconteceu”.

Ainda assim, ele disse: “Eu vi Kevin claro como o dia. Ninguém mais bateu nele, também”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.