Sainz: “A F1 é um desafio mental ‘horrível’ para os pilotos”

Carlos Sainz

Carlos Sainz da Toro Rosso descreveu o desafio mental da F1 como “horrível” e rejeitou as acusações que a categoria está mais fácil do que uma década atrás.

O espanhol, que faz parte da totalmente novata equipe da Toro Rosso, ao lado de Max Verstappen, diz que, embora a categoria não seja tão fisicamente exigente quanto era antes, outras demandas sobre os pilotos a tornam extremamente desafiadora.

“Não é tão exigente fisicamente como era há 10 anos, mas mentalmente é horrível”, disse ele. “Eu estava ouvindo a comunicação de rádio em Barcelona para analisar o que poderíamos ter feito melhor e é incrível”.

“Mentalmente é muito, muito difícil analisar todas essas opções, enquanto está tentando salvar seus pneus. Ao mesmo tempo que está lidando com sua bateria, tem que ver seu equilíbrio de freios para todas as curvas. É difícil, mas de uma maneira diferente”.

“Eu preferiria simplificar um pouco essas coisas e apenas fazer os carros mais rápidos e me concentrar mais em fazer o meu carro mais rápido ainda”.

Sainz acredita que o elemento mental agora tem a maior parte do desafio para os novos pilotos da F1.

“Você precisa de 20 por cento de foco na sua pilotagem e 80 por cento de foco nas outras coisas. Normalmente seria o contrário. Você tem que aprofundar e criar espaço para todas as coisas, não é fácil”.

“As pessoas dizem que está fácil para os novatos, e talvez pareça assim, mas não é”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.