Papo exclusivo com Daniel Ricciardo

sexta-feira, 7 de novembro de 2014 às 16:43
Daniel Ricciardo

Daniel Ricciardo - GP do Brasil 2014

Por: Adauto Silva

Ontem o Autoracing esteve presente num evento de um dos patrocinadores da equipe Red Bull, que está lançando um produto muito bacana baseado na equipe de Formula 1.

Pude falar com Daniel Ricciardo, tanto antes do evento começar – na hora em que ele chegou no hotel – quanto durante a coletiva que ele concedeu.

Ricciardo é genuinamente sorridente e muito simpático. Ele já saiu do carro junto com outras pessoas da Red Bull sorrindo, enquanto gesticulavam entre eles.

Aproveitei e me aproximei do australiano e ele parou imediatamente para me dar atenção, provavelmente achando que eu era um fã (e sou mesmo) querendo um autógrafo.

Apresentei-me como sendo do Autoracing e perguntei se poderíamos conversar enquanto caminhávamos para o evento. Ele disse “lógico” e fui logo perguntando o que ele estava achando do Brasil.

Ele perguntou: “Da pista de Interlagos?”

E eu disse: “Também”.

“Cardíaca”, disse ele. “A pista é curta, mas muito intensa. Você quase não tem tempo de respirar. Mesmo a reta de chegada é em curvas e você tem que prestar muita atenção o tempo todo. Eu adoro.”

Qual parte você gosta mais?
A pista toda é ótima, não tem nenhuma curva igual a outra. O “S” do Senna, Laranjinha e a última curva (Junção) são muito importantes para marcar tempo, mas como disse antes, a volta inteira é cardíaca.

E a cidade de São Paulo?
Vibrante, muito trânsito, muita gente. A comida é ótima, principalmente as carnes!

Como você fez para colocar o Vettel no bolso logo na sua primeira temporada na Red Bull?
Eu acho que ele estava acostumado com um carro muito pregado até o ano passado. O carro era maravilhoso, mas mudou o regulamento e acho que me adaptei melhor ao carro com a traseira mais solta. Os carros ficaram mais ariscos por causa disso e também por causa do turbo, que aumentou o torque de forma massiva.

Você acha que terá condições de vencer o título ano que vem? Seu carro e principalmente seu motor melhorarão o suficiente?
Espero que sim. A equipe está trabalhando massivamente nisso e eu tenho muita confiança neles. Vamos ver.

Você tem algum ídolo no automobilismo? Quem foi o melhor piloto da história?
O melhor foi provavelmente Ayrton Senna, sim ele foi o melhor. Não pude acompanhá-lo, mas todos na F1 falam que ele foi o melhor, ele era incrível, grande ídolo. Uma coisa que me chama a atenção era sua “ferocidade” na pista, mas sua humildade e bondade fora dela. Isso é uma coisa difícil de ver nos pilotos. Outro que eu gostava demais era o Dale Earnhardt, “The Intimidator”.

Você é fã da Nascar, então?
Assistia muito e ele também era muito feroz na pista, mas um cavalheiro fora dela. Uso o número 3 em homenagem a ele.

Naquelas alturas o elevador já tinha chegado e me despedi de Ricciardo desejando boa sorte na corrida de domingo. E ele respondeu em português com um sotaque carregado: “Muito obrigado.”

Adauto Silva

Leia e comente outras colunas do Adauto Silva

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.