MotoGP – Yamaha refuta as afirmações da Honda

terça-feira, 3 de novembro de 2015 às 14:24

Marc Marquez e Valentino Rossi

A Yamaha contestou as afirmações feitas pela Honda que Valentino Rossi chutou a moto de Marc Marquez, durante seu confronto no GP da Malásia.

Rossi e Marquez estavam lutando pela terceira posição quando a dupla colidiu na curva 13, deixando o piloto da Honda no chão e provocando uma série de disputas verbais entre os pilotos.

Shuhei Nakamoto da Honda afirmou na segunda-feira que os dados provavam que Rossi chutou a moto de Marquez antes da queda, uma acusação que a equipe Yamaha negou veementemente.

“Nós nos referimos ao comunicado de imprensa emitido pela Repsol Media Service, no dia 25 de outubro, intitulado ‘Pedrosa vence e Marquez cai após chute antidesportivo de Rossi’, bem como o comunicado de imprensa emitido pela Honda Racing Corporation dia 2 de novembro intitulado ‘P & R com Shuhei Nakamoto, vice-presidente executivo da HRC'”, dizia um comunicado da Yamaha.

“A Yamaha gostaria de manifestar o seu desacordo com as palavras que foram utilizadas para informar sobre o incidente entre os pilotos Valentino Rossi e Marc Marquez. Ambos os comunicados de imprensa incluíam palavras que acusam Valentino Rossi de chutar a moto de Marc Marquez, algo que não foi provado pela investigação da Direção de Corrida”.

“Estamos, portanto, rejeitando a formulação utilizada nas referidas declarações publicadas que não correspondem com as conclusões da Direção de Corrida”.

“A Yamaha não tem nenhum desejo de entrar em uma discussão mais aprofundada sobre este infeliz caso e nosso desejo é concluir a temporada de 2015 de MotoGP da melhor maneira possível”.

“Nós vamos para Valência com a clara intenção de tentar o nosso melhor para ganhar o que esperamos venha a ser uma corrida final memorável com todos os pilotos e equipes competindo de forma exemplar condizente com a categoria maior do motociclismo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.