MotoGP – Rossi justifica a separação do antigo chefe de equipe

terça-feira, 25 de março de 2014 às 16:57

Valentino Rossi - GP do Qatar

Valentino Rossi disse que sua ‘aposta perigosa’ em se separar do lendário chefe de equipe Jerry Burgess foi confirmada pela excelente corrida no Catar, onde conquistou o segundo lugar.

O duelo de tirar o fôlego do italiano com o atual campeão Marc Marquez pela vitória no Catar, também foi a sua primeira corrida com o novo chefe Silvano Galbusera.

Rossi vinha trabalhando com Burgess ao longo de sua carreira, com o australiano planejando suas corridas onde conquistou sete títulos mundiais. Rossi admitiu que foi uma aposta enorme se separar de Burgess e escolher Galbusera, que nunca tinha trabalhado na MotoGP antes, mas sente que seu desempenho em Losail comprova que a escolha está valendo a pena.

“Fiz uma aposta muito perigosa, porque Galbusera não tinha nenhuma experiência com MotoGP”, disse ele. “Eu o conheci num teste de Superbikes quando pilotei com uma perna quebrada (em 2010). Me senti muito bem com ele, mas foi uma aposta, você sabe. Mas estou muito satisfeito, porque ele trabalhou muito bem”.

“Acho que este ano eu posso ser mais forte, porque podemos trabalhar mais, especialmente tentando melhorar o acerto da moto para a corrida”.

Rossi também marcou um pódio no ano passado no Catar, mas lutou depois disto com Marquez, Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa, ficando em quarto no campeonato.

Ele está confiante que o resultado deste ano representa um progresso genuíno, no que é seu último ano de contrato com a Yamaha.

“No ano passado, o início foi ótimo de qualquer maneira, mas nas outras corridas eu tive mais problemas”, disse ele.

“Eu me sinto mais forte agora, piloto a moto de uma maneira melhor, trabalho melhor com a equipe”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.