MotoGP – Ducati certa que pode reduzir o seu déficit para rivais

quarta-feira, 13 de abril de 2016 às 15:43
Ducati

Ducati

Andrea Iannone e Andrea Dovizioso estão convencidos que a Ducati vai continuar a diminuir a diferença para a Honda e Yamaha quando a MotoGP regressar à Europa no final deste mês.

Os pilotos têm um pódio de cada um nas três primeiras corridas, mas poderiam ter mais.

Iannone caiu na abertura da temporada no Catar quando estava no pelotão da frente, em seguida, levou os dois pilotos da Ducati para fora na penúltima curva da corrida na Argentina, antes de Dovizioso ser colhido por Dani Pedrosa nos Estados Unidos no último domingo.

A Ducati começou forte no ano passado, com Dovizioso e Iannone em segundo e terceiro lugar na classificação depois das três primeiras corridas, mas terminaram o ano em quinto e sétimo lugares.

Ambos elogiaram o progresso feito pela Ducati em sua moto 2016, e acreditam que há mais por vir, já que a equipe persegue a primeira vitória na MotoGP desde outubro de 2010.

“Tentamos melhorar e tirar um pouco a diferença”, disse Iannone. “É muito, 11 segundos (o déficit para Marc Marquez em Austin), mas vamos nos concentrar no futuro e nas corridas da Europa, para diminuir a diferença para Marc e Jorge (Lorenzo)”.

Os incidentes com Iannone e Pedrosa custaram à Dovizioso dois pódios em sete dias.

Dovizioso começou 2015, com três segundos lugares consecutivos, mas apenas visitou o pódio em mais duas ocasiões ao longo das restantes 15 corridas.

“Em três corridas diferentes, em situações muito difíceis de gerir para os pneus, sempre fomos capazes de lutar pelo pódio”, disse Dovizioso. “Nós poderíamos estar em segundo no campeonato apenas alguns pontos atrás de Marquez, portanto a partir deste ponto de vista, estou muito satisfeito com o trabalho que estamos fazendo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.